Rodrigo Hirose
Rodrigo Hirose

Segurança, Bolsonaro, Gracinha e herança tucana: 2019 nas redes sociais de Ronaldo Caiado

Questões como a queda nos índices de criminalidade, as dívidas herdadas, corrupção e parceria com o presidente dominam o Twitter do governador

O primeiro ano do governo Ronaldo Caiado caminha para o fim e, se não foi repleto de realizações, como somente um desavisado poderia imaginar – afinal, o democrata sentou-se na cadeira do Palácio das Esmeraldas diante de um déficit de R$ 6 bilhões –, pode-se dizer que foi um período em que ele teve de consertar o carro em movimento. Caiado passou 2019 tentando sanear as contas públicas. Tarefa que, se não garante popularidade a um político, é fundamental para evitar-se um colapso total do Estado, cujo maior exemplo é o do Rio de Janeiro.

Essa realidade, que não é a sonhada por qualquer um que assuma o cargo de governador, apresenta um desafio para qualquer gestor. E ela se reflete nos temas mais abordados nas redes sociais de Caiado. O Jornal Opção analisou as 798 postagens do democrata do dia 1º de janeiro, dia da posse, ao dia 20 de dezembro, sexta-feira, no Twitter, plataforma que não é a mais popular, mas é uma das mais importantes na comunicação direta entre políticos e eleitores desde o sucesso estrondoso do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nas eleições presidenciais daquele país.

E o que salta desse levantamento, que exclui as repostagens (ou retuítes), é um governador preocupado com a situação fiscal do Estado, que aposta na parceria com o aliado político Jair Bolsonaro, presidente da República, que gosta de futebol e que confere protagonismo à primeira-dama, Gracinha Caiado – que não surge como primeira-dama “decorativa” nas redes sociais do governador, mas como uma agente pública atuante.

De longe, o tema mais comentado pelo governador no Twitter é a segurança pública. Apreensões da polícia, prisões, operações contra a corrupção e ações individuais foram tema de 129 postagens – o que equivale a 16% de todas as publicações. Nessas postagens, Caiado não poupa elogios aos profissionais da área. Em várias vezes, ele os chama de heróis. É comum o governador citar as polícias goianas como “as melhores do Brasil”. O democrata gosta de afirmar que “não se cansa” de dizer isso.

Segurança Pública: carro chefe do perfil

Os balanços oficiais de criminalidade entram nesse pacote da segurança pública. Mensalmente, Caiado cita os números, que indicam queda nos indicadores em praticamente todos os principais tipos de ocorrência – atualmente, a Secretaria de Segurança Pública de Goiás realiza uma auditoria nos dados dos anos anteriores.

É, inclusive, da SSP o vídeo mais popular do Twitter do governador. A produção, que emula o filme Tropa de Elite, teve 57 mil visualizações no dia 5 de setembro, 54 mil no dia 7 e 23,1 mil no dia 17. A peça foi, ainda, protagonista de uma pequena rusga entre Caiado e o governador de São Paulo, João Dória (PSDB). O secretário da Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, inclusive é o mais citado da equipe do democrata, com seis menções durante o ano.

As gestões tucanas no governo de Goiás é assunto recorrente no perfil, mas já foi mais. Ao longo de 2019, Caiado citou direta ou indiretamente as administrações Marconi Perillo e José Eliton 61 vezes – metade delas apenas no primeiro trimestre. Quando se refere aos governos que o antecederam, o governador costumeiramente fala das contas que herdou (como repasses atrasados a fornecedores e a folha do funcionalismo de dezembro) e os relaciona a casos de corrupção. A palavra corrupção, inclusive, foi citada 31 vezes entre 20 de janeiro (data a partir da qual foi possível consultar o perfil) e 20 de dezembro.

Economia: Caiado busca difundir bons números

A situação econômica do Estado é outro assunto recorrente, com 42 postagens. Nelas, o governador procura demonstrar que Goiás segue atraindo empresas, gerando emprego e crescendo. No dia 16 de dezembro, por exemplo, ele publicou um texto que apontava o crescimento de 2,6% no Produto Interno Bruto (PIB) goiano no terceiro trimestre do ano, ritmo bem acima da média nacional.

Ao comentar o resultado, Caiado não deixou de cutucar os governos passados, ainda que indiretamente. “Foi só a gente colocar fim na roubalheira, que o Estado começou a andar pra frente!”, disse, para concluir em seguida: “Estamos no caminho certo na reconstrução de nosso Estado! Vamos juntos!”. Outra forma de marcar posição em relação às gestões passadas utilizada no perfil é falar em transparência: termo usado 25 vezes.

Mesmo que sem o mesmo protagonismo da segurança pública, a educação e a saúde ganharam destaque no perfil do governador durante 2019. A educação foi citada 45 vezes e a saúde, 33 vezes. As menções das duas áreas variam entre entregas de equipamentos e reformas e pagamento de dívidas atrasadas, como nos casos dos repasses de recursos para o transporte escolar aos municípios e às Organizações Sociais que gerem hospitais públicos estaduais.

Em relação aos órgãos públicos, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) foi o mais lembrado, 15 vezes. Os programas de isenção de taxas e a CNH Social (Carteira Nacional de Habilitação) são apontados como benefícios para os motoristas goianos.

Primeira-dama Gracinha Caiado: presença marcante no Twitter do governador

Entre as personalidades locais, a primeira-dama Gracinha Caiado é a que mais se destaca no perfil do governador. Ora com o enfoque mais familiar (como em um vídeo na saída do Hospital Sírio-Libanês, onde foi internado após mal subido), ora como coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais. No período analisado, Gracinha foi citada em 25 postagens, entre menções e fotos. Mas políticos como o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, e o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB) são citados.

Ainda sobre as questões locais, a Enel tem sido alvo de críticas no perfil do governador desde o início do ano, mas com intensificação neste final de ano. Foram, ao todo, 22 postagens, sempre com tom crítico em relação à empresa. Só nos dois últimos meses, foram oito vezes em que Caiado ameaça romper o contrato com a distribuidora de energia, considerada a pior do Brasil nos critérios da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Bolsonaro

Entre os políticos brasileiros, Jair Bolsonaro, aliado político do governador, é o que tem mais citações. O presidente foi personagem de 41 postagens. Na maioria das vezes, ele é citado como parceiro do de Goiás, a quem o democrata confia no apoio para resolução dos problemas fiscais do Estado. Caiado também declara apoio político ao presidente e, por duas vezes, negou atritos entre eles. O governador registrou, ainda, as várias visitas presidenciais, como no lançamento do programa Juntos pelo Araguaia e a entrega de um avião cargueiro na Base Aérea de Anápolis.

Encontros com ministros completam o cardápio do Twitter de Caiado em relação ao governo federal. Os mais presentes são Sergio Moro (Segurança Pública e Justiça), nove vezes; e Paulo Guedes (Economia) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil), sete vezes cada. Nesses encontros registrados na rede social, o governador goiano trata de articulações para liberação de recursos e, no caso de Moro, tece elogios ao trabalho no combate à criminalidade.

Ainda que a política não seja assunto frequente no perfil, Caiado não se furta, às vezes, de entrar em polêmicas com figuras nacionais. Em novembro, ele fez cinco postagens sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a quem chamou de “câncer” do Brasil. Encontros com políticos de destaque nacional, como Rodrigo Maia (DEM), são registrados no perfil.

Flamengo: governador vestiu a camisa do campeão da América

No âmbito pessoal, dois assuntos chamaram a atenção: o hábito de pedalar e o gosto pelo futebol. Empolgado com a campanha do Flamengo no Campeonato Brasileiro e na Copa Libertadores, o democrata não se furtou a demonstrar sua torcida pelo time do Rio de Janeiro – citado sete vezes –, ainda que tenha feito a ressalva de que essa torcida não valia contra times goianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.