Márcio M. Cunha
Márcio M. Cunha

Mantido Exame da OAB e a estratégia para se ter uma prova segura

A banca optou pela realização de entrada escalonada, subdividindo os candidatos em três grupos, onde deverão comparecer em horários distintos

Está mantida a primeira fase do XXXII exame de ordem unificado da OAB para este domingo, dia 13. A última prova aplicada de primeira fase, referente ao exame XXXI de ordem, fora aplicada em 09 de fevereiro de 2020, semanas antes das políticas de lockdown adotadas pelos estados e municípios para contenção do novo coronavírus.

Com a confirmação da realização da primeira prova de 1ª fase desde o início da pandemia, e se pautando em outras “experiências” de certames ao redor do país, a OAB irá realizar o exame, mesmo ante a mais de mil mortes diárias decorrentes da pandemia. Para isso, alguns cuidados e estratégias foram tomados para evitar propagações e contaminações no ambiente de prova.

A banca optou pela realização de entrada escalonada, subdividindo os candidatos em três grupos, onde deverão comparecer em horários distintos para evitarem aglomeração, e deverão os candidatos irem imediatamente para as salas de prova. Os grupos estão divididos entre: Grupo I: às 11:30 – examinando com iniciais do nome de A a G; Grupo II: às 12:00 – examinando com iniciais do nome de H a N; Grupo III: às 12:30 – examinando com iniciais do nome de O a Z. Com isso, a organização da prova visa evitar o tumulto de candidatos na entrada das salas e dos locais onde as provas serão realizadas.

Outras medidas tomadas foram: O uso de canetas particulares para assinatura dos documentos, em material transparente, capacidade das salas reduzidas e presença de álcool 70% em todas as salas, além, é claro, do contínuo uso de máscara durante a realização do exame.

Diferente do comportamento adotado no último mês de março, que suspendeu a realização do certame, ou do último mês de dezembro, que facultou candidatos que não se sentiam seguros para comparecerem aos locais de prova para realização do pleito, desta vez, ao que tudo indica, a instituição seguirá com o exame presencial obrigatório neste domingo, sem disponibilizar ferramentas de adiamento da prova a quem quiser aderir.

Com isso, todos os candidatos formados nos anos de 2020 e 2021 poderão ter a chance de, pela primeira vez após concluírem o curso de direito, colocar seus conhecimentos a prova para conseguir a tão famigerada carteira da OAB.
O sonho dos jovens recém-formados em tornarem-se advogados está se aproximando a medida que a prova, hoje confirmada, se aproxima, não havendo mais espaço para ansiedade sobre a incerteza da realização do exame, cabendo espaço somente para preparação visando aprovação. No mais, resta-me desejar aos candidatos a futuros advogados, paciência, persistência e resiliência, para enfrentarem não só os obstáculos causados pela pandemia, mas também para manterem ávidos seus espíritos quanto à profissão e não desistirem, pois saibam, que serão o futuro da advocacia goiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.