Márcio M. Cunha
Márcio M. Cunha

Estado descumpre liminar e contrata terceira empresa

A Secretaria de Estado da Saúde descumpriu, por via oblíqua, liminar que determinou a suspensão de procedimento licitatório para contratação de empresa de vigilância e segurança, realizando contratação emergencial com terceira empresa.

A empresa Fortesul — que já mantinha contrato com a secretaria, em virtude de demandas judiciais com o próprio Estado, estando impedida de participar de licitação para contratação de serviços de vigilância e segurança — conseguiu, em ação cautelar, liminar para suspensão do certame. O Estado ignorou a liminar concedida e, havendo ainda a possibilidade de prorrogar seu contrato com a Fortesul, optou por contratar a empresa VIP.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.