Hélio Rocha
Hélio Rocha

Trump envergonha os Estados Unidos, terra de Jefferson, Lincoln e Roosevelt

O presidente fica arrotando brabeza, mas sabe que terá de deixar a Casa Branca daqui a alguns dias

Esse presidente norte-americano no finalzinho de mandato, Donald Trump, tem desprezo pelo ser humano e agora demonstra que também por ele próprio, pois se tornou verdadeiramente ridículo após a eleição. O republicano sabe que, daqui a pouco, terá de deixar a Caixa Branca, mas fica arrotando brabeza numa nação que Alexis de Tocqueville elogiou exatamente pelo vigor da democracia e pelo respeito às leis. A estabilidade política americana surpreendeu o político, magistrado e intelectual francês.

Donald Trump: enviado para casa pelos eleitores | Foto: Reprodução

Ficamos a imaginar como pode essa figura estar sentada na mesma cadeira em que se sentou o estadista mais culto de todos os tempos, Thomas Jefferson?

Como pode sentar-se na cadeira na qual se sentou Abraham Lincoln, notável orador e herói contra o crime da escravidão? Lincoln, por sinal, era leitor de Shakespeare. O crítico Edmund Wilson o percebe como um dos inventores da prosa literária enxuta dos Estados Unidos, que teria influenciado de Mark Twain a Hemingway. Ele escrevia os próprios discursos, até hoje considerados um primor em termos de precisão, concisão e vigor literário.

Como pode estar sentado onde se sentou um herói da democracia na Segunda Guerra Mundial, Franklin Delano Roosevelt?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.