Hélio Rocha
Hélio Rocha

Mentir foi a ruína do presidente Richard Nixon

As mentiras do líder republicano ficaram insustentáveis e ele foi obrigado a renunciar em 1974, na esteira do caso Watergate

A primeira administração do presidente norte-americano Richard Nixon, iniciada em 1969, teve muito êxito, principalmente na política externa, que saiu da cabeça de um gênio, o então secretário de Estado Harry Kissinger.

Esta política começou a mudar o mundo, criando os efeitos que, mais tarde, derrubariam o muro de Berlim e o comunismo. Mas, reeleito, Nixon ficou abalado pelo escândalo Watergate. E cometeu mentiras. Depois de uma caricatura em que aparece com a nariz de Pinóquio, afundou de vez e acabou renunciando, em 1974. Mentir foi sua ruína.

Richard Nixon mentia para encobrir uma mentira: só piorou sua situação | Foto: Reprodução

A Editora Três Estrelas repôs no mercado o livro “Todos os Homens do Presidente — O Caso Watergate e a Investigação Jornalística Mais Famosa da História” (424 páginas, tradução de Denise Bottmann).

Há o filme “Todos os Homens do Presidente”, com os atores Robert Redford e Dustin Hoffman e direção de Alan J. Pakula.

Há também o filme “Nixon”, com o ator Anthony Hopkins e direção de Oliver Stone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.