Hélio Rocha
Hélio Rocha

Luta de São Paulo era e é para que Goiás seja apenas fornecedor de commodities

Com PIB maior do que o do Chile, São Paulo não se interessa pela expansão industrial dos demais Estados

Goiás deve ser eternamente mercado consumidor da indústria paulista e assim não precisa ter sua própria força industrial.

Produção de soja: industrializar potencializa o negócio | Foto: Reprodução

Pode-se dizer que era quase isto que São Paulo desejava prescrever para Goiás, razão pela qual movimentou uma ação contra a política de incentivos fiscais goiana.  Uma política justa, que felizmente deu certo, com o Estado conseguindo até indústria automobilística.

Vale dizer que a indústria de São Paulo cresceu sob a sombra frondosa do Estado antes e depois de Getúlio Vargas. Depois que se desenvolveu, se tornando mais rico — em termos de PIB — do que Argentina e Chile (na América Latina, só perde para o Brasil e para o México), São Paulo, por meio de seus governantes, trabalha para travar a expansão econômica dos demais Estados, sobretudo dos emergentes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.