Hélio Rocha
Hélio Rocha

Goiás teve senadores cultos, como Velasco, Nasser e Santillo

Velasco contribuiu na criação do PSB. Nasser foi ministro da Justiça. Santillo brilho como tribuno no Senado


Você sabia que Juscelino Kubistchek, o presidente da República que construiu Brasília, foi senador por Goiás? Pois é: JK foi cassado quando era senador pelo Estado.

Certa vez Goiás teve o senador mais culto da época, um político que tinha prestígio internacional. Domingos Velasco (um dos fundadores do Partido Socialista Brasileiro, que tem hoje Elias Vaz, de Goiás, como deputado federal).

Outro senador goiano com muito destaque foi Alfredo Nasser, que era filiado ao PSP de Ademar Barros (este, que foi governador de São Paulo, era conhecido por um slogan dado pelo povo: “roubo mas faço”). Nasser, político íntegro, chegou a ser ministro da Justiça no gabinete do primeiro-ministro Tancredo Neves.

Outro senador bastante culto foi Dario Cardoso. Tinham prestígio no Congresso os senadores Pedro Ludovico e Jeronymo Coimbra Bueno. Destacou-se na Casa o também ex-governador Henrique Santillo, do MDB.

Hoje, como se sabe, há políticos, e não apenas de Goiás, que se orgulham de não ter lido nenhum livro. Nem sabem que foi Altamiro de Moura Pacheco. Há até aqueles que preferem tratores a livros…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.