Hélio Rocha
Hélio Rocha

As fortes ligações de Juscelino Kubitschek com Goiás

Goiás se tornou parte de sua história e entrou com vigor no seu destino e ele foi senador pelo Estado e morou em Luziânia

Muito perseguido pela ditadura que se iniciara em 1964 e que havia cassado seus direitos políticos, como senador por Goiás, Juscelino Kubitschek morreu m 23 de agosto de 1976, um mês antes de completar 74 anos. A morte foi causada por acidente rodoviário, ele viajando num Opala dirigido pelo motorista de sua confiança, Geraldo Ribeiro, no quilômetro 164 da Via Dutra, entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Kim Novak e Juscelino Kubitschek | Foto: Reprodução

Juscelino não podia morar em Brasília, por causa da perseguição da ditadura, e havia escolhido Goiás para viver. Estava na época morando em uma fazenda no município de Luziânia, mais uma de suas muitas identificações com Goiás. Mineiro, nascido em Diamantina, Goiás se tornou uma espécie de terra adotiva de JK e a ele proporcionou seu último mandato político, elegendo-o senador em junho de 1961.

Juscelino havia proporcionado a Goiás grandes obras, como rodovias, apoio industrial, as duas primeiras universidades e progresso no campo. Foi em Goiás, no seu primeiro comício na campanha presidencial, em 1955, que ele decidiu mudar a capital e construir Brasília. Goiás se tornou parte forte de sua história e entrou com vigor no seu destino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.