Hélio Rocha
Hélio Rocha

 A grande figura chamada Colemar Natal e Silva

O professor ajudou a construir Goiânia, participou da criação do Instituto dos Advogados de Goiás e foi o primeiro reitor da UFG

É preciso, no ensino universitário goiano, que se organize uma sistemática forma de valorização da biografia de Colemar Natal e Silva, em reconhecimento a essa figura que, de modo incontestável, pode ser apontada como o maior personagem do ensino superior goiano.

Colemar Natal e Silva, nascido em 1907 e falecido em 1996, teve com mulher a professora Genezy de Castro e Silva, e foi pai de quatro filhas, Moema (brilhante crítica literária, com doutorado na USP), Mariza, Magaly e Marilda. Ele teve atuação cultural ampla, foi fundador de várias entidades, como a Academia Goiana de Letras, a Instituto dos Advogados de Goiás e o Instituto Histórico e Geográfico de Goiás. Ele foi secretário de Governo da gestão de Pedro Ludovico Teixeira, na época da construção de Goiânia.

Colemar Natal e Silva: o primeiro reitor da UFG | Foto: Reprodução

O educador era diretor da Faculdade de Direito, no fim dos anos 1950, e o movimento que liderou iria resultar na criação da Universidade Federal de Goiás. Líder de estudantes universitários na época, João Bosco Louza afirmava que, se não fosse Colemar Natal e Silva, Goiás iria ficar muito tempo sem essa universidade, criada por decreto do presidente Juscelino Kubitschek à véspera de deixar o cargo.

Colemar Nadal e Silva foi o primeiro reitor da UFG, entre 1961 e 1964, com uma gestão muito realizadora. A UFG tinha até um jornal, muito bem editado, que se chamava “Quarto Poder”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.