Euler de França Belém
Euler de França Belém

Veja sai na frente no caso de Paulo Roberto Costa e pauta a imprensa patropi. Mais uma vez

capa380A revista “Veja” continua saindo na frente das demais publicações — jornais ou revistas. Na edição desta semana, revela detalhes da “delação premiada” de Paulo Roberto Costa, o homem que, com o auxílio de um doleiro, políticos e empreiteiros, saqueou a Petrobrás.

Falam bem ou mal, mas a revista permanece pautando a imprensa, fazendo-a comentar suas reportagens. Enquanto a “Folha de S. Paulo” circulava sem o nome dos denunciados por Paulo Roberto, a Veja nominava e listava os políticos envolvidos na corrupção.

A revista publicou o listão dos que foram delatados por Paulo Roberto:

Cândido Vaccarezza, deputado federal do PT

Ciro Nogueira, senador e presidente nacional do PP

Edison Lobão, ministro das Minas e Energia, PMDB

Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco, PSB — morto no mês passado em um acidente aéreo

Henrique Eduardo Alves, presidente da Câmara dos Deputados, PMDB

João Pizzolatti, deputado federal do PT

João Vaccari Neto, secretário nacional de finanças do PT

Mario Negromonte, ex-ministro das Cidades, PP

Renan Calheiros, presidente do Senado, PMDB

Romero Jucá, senador do PMDB

Roseana Sarney, governadora do Maranhão, PMDB

Sergio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, PMDB

Paulo Roberto relatou à Polícia Federal, segundo a “Veja”, que era interlocutor frequente de Lula da Silva, quando este era presidente da República.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.