Euler de França Belém
Euler de França Belém

TV Globo surfa na onda e também começa a promover demissões

O jornalista Leo Dias, colunista do jornal “O Dia”, diz que a onda de demissões chegou à TV Globo; antes, estava circunscrita ao jornal “O Globo” e outro setores do Grupo Globo. “As demissões, que antes estavam restritas ao Projac, central de estúdios da emissora, acabam de chegar à sede do Jardim Botânico, onde fica o jornalismo.”

Leo Dias afirma que os cortes agora estão sendo feitos na equipe técnica dos telejornais. “O ‘RJTV Segunda Edição’, que, normalmente, trabalha com três operadores de câmera no estúdio de vidro, agora passa a ter apenas dois profissionais. A outra câmera passa a ficar fixa, sem a necessidade de um funcionário”, afirma o colunista.

“Na GloboNews está oficialmente extinto o cargo de auxiliar de câmeras nos estúdios de transmissão dos noticiários. A função do auxiliar é sinalizar ao apresentador todas as mudanças de câmera que acontecem durante a transmissão”, informa “O Dia”.

Leo Dias atribui as demissões à diretora da Central Globo de Jornalismo, Silvia Faria, mas possivelmente têm a ver com a cúpula administrativa do Grupo Globo, e não com a redação. Silvia Faria pode ter sugerido demissões em áreas que, com uma equipe menor, a qualidade do jornalismo não cairá. Jornalistas não gostam de demitir e só o fazem em última instância.

Deixe um comentário