TV Globo dispensa o ator e diretor Miguel Falabella

A estrela do “Sai de Baixo” reclama, assim como Stênio Garcia, de Silvio de Abreu, que decidiu não prestigiá-lo

Juscelino Goulart de Oliveira

Especial para o Jornal Opção

A TV Globo não renovou o contrato de Miguel Falabella, de 63 anos. O ator, roteirista e diretor trabalhava no núcleo de dramaturgia da rede havia 39 anos. A empresa manterá seu plano de saúde por dois anos.

Assim como Stênio Garcia, Miguel Falabella reclama que Silvio de Abreu, o poderoso chefão da dramaturgia, não o prestigiava.

Miguel Falabella: dispensado aos 63 anos | Foto: Reprodução

A série humorística “Eu, a Vó e Boi” caiu da Globo para a plataforma GloboPlay — o que é considerado sinal de desprestígio nos corredores da rede. Miguel Falabella sustenta que lhe haviam prometido que iria para o canal aberto. Alguém o teria boicotado. A série “Brasil a Bordo” estreou na GloboPlay, em 2017. Na Globo só foi levada ao ar em 2018, quase anos depois de ter ficado pronta.

Miguel Falabella, espécie de faz-tudo, apresentou o “Vídeo Show” e participou de “Sai de Baixo” e “Pé na Cova”.

O que se comenta, nos bastidores, é que a Globo está renovando seu elenco, com atores e criadores mais novos, e, ao mesmo tempo, quer reduzir os salários de seus funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.