Marcelo Mariano
Marcelo Mariano

Tiago Leifert sugere separação entre esporte e política e recebe críticas

Divulgação

O apresentador Tiago Leifert publicou um texto, na segunda-feira, 26, na revista “GC Brasil” defendendo a separação entre esporte e política e criticando atletas que “hackeiam” um momento esportivo para levar adiante causas pessoas.

Leifert foi duramente criticado por jornalistas. No Twitter, Jamil Chade lembrou que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) financiou campanhas políticas, que presidentes de clubes são deputados e que a a seleção da Argélia promovia a independência do país africano, entre outros exemplos de mistura entre as duas áreas.

Em entrevista à versão brasileira do jornal “El País”, Juca Kfouri alertou para o crescimento da “leifertização” no jornalismo esportivo: “É muita gracinha. Briga-se para saber quem é mais engraçadinho, quem faz a melhor piada”.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.