Euler de França Belém
Euler de França Belém

Thiago Braz ganha medalha de ouro no salto com vara e derrota francês falastrão

O brasileiro saltou 6,03 e bateu o recorde olímpico

Thiago Braz 2 atleta

Os narradores e comentaristas esportivos costumam chamar Neymar, Messi, Marta (uma Neymar com o ego sob relativo controle) e Usain Bolt de gênios. Talvez sejam mesmo. Porque, se aceitarmos a tese deles, há uma genialidade física, e não apenas intelectual. No lugar da palavra “gênio”, quiçá forte demais, é provável que seja mais apropriada “craque” (aliança entre talento, técnica e força física). Porém, entrando na onda, o que dizer de Thiago Braz, que ganhou a medalha de ouro no salto com vara no Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro? Mais um gênio esportivo, decerto.

Na segunda-feira, 15, Thiago Braz ganhou a medalha e derrotou o francês Renaud Lavillenie. Ao saltar 6,03, como se fosse um homem voador, bateu o recorde olímpico. O atleta da terra de Flaubert e Proust chegou a dizer que o brasileiro amarelava—e isto não tem a ver com uma das cores de devoção dos brasileiros—, mas quem acabou amarelando, quer dizer, perdendo, foi o francês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.