TCE-GO e Agência Lupa vão realizar oficinas de fact-checking

Iniciativa visa preparar jornalistas, estudantes e controladores sociais para utilizar metodologia que ajuda a combater fake news

O Tribunal de Contas do Estado de Goiás soma-se a diversas instituições na luta contra a desinformação gerada pelas chamadas “fake news” (notícias falsas). Visando capacitar jornalistas, estudantes de comunicação e controladores sociais para checar informações tendo como base bancos de dados confiáveis, a Corte de Contas promove, nos dias 12 e 13 de junho, oficinas de fact-checking em parceria com a Agência Lupa.

As inscrições serão realizadas mediante convites encaminhados a faculdades de jornalismo, assessorias de imprensa de órgãos jurisdicionados e também a algumas das principais redações da capital. A carga horária é de oito horas, e as oficinas — para 40 pessoas — serão realizadas em período integral na sede do TCE-GO no Setor Jaó.

A Lupa é a primeira agência de notícias do Brasil a se especializar na técnica jornalística conhecida mundialmente como fact-checking. A agência está em atuação desde novembro de 2015, divulgando as checagens produzidas em seu site e também repassando-as a renomados veículos de comunicação (CBN, Globo News entre outros).

A agência integra a International Fact-Checking Network (IFCN), rede mundial de checadores reunidos em torno do Poynter Institute, nos Estados Unidos, e segue à risca o código de conduta e princípios éticos do grupo. Por este motivo, já foi convidada a representar o Brasil em eventos de alcance global como maratonas de checagem da Cúpula do G-20 e debates da eleição presidencial americana de 2016.

Como “membro verificado” da IFCN, a Lupa passa por auditorias independentes todos os anos e mantém em seu site – em cada uma das postagens – o selo verde de agência verificada.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.