Euler de França Belém
Euler de França Belém

TBC divulga críticas de José Nelto a Marconi Perillo. São os novos tempos

João Bosco Bittencourt adota linha transparente no comando da TBC e abre espaço para as críticas das oposições

João Bosco Bittencourt, jornalista e presidente da Agência Brasil Central (ABC), e o governador de Goiás, Marconi Perillo: liberdade para fazer jornalismo

O jornalista João Bosco Bittencourt, presidente da Agência Brasil Central, introduziu mudanças significativas na Televisão Brasil Central (TBC) e na

Rádio Brasil Central (RBC). Rearticulou a grade e criou novos programas. Claro que lá há excelentes profissionais, que faziam um trabalho decente. Mas João Bosco trouxe uma energia renovada, o que, de uma maneira geral, tende a reduzir a cara oficialesca das programações.

A TBC e a RBC são do governo do Estado e, por isso, tem seus limites. Mesmo assim, o novo presidente da ABC aposta em jornalismo mais aberto, responsável e sem atrelamento automático à interpretação governista dos fatos. Ele acredita, sobretudo, que é possível fazer jornalismo — e está fazendo. Dois jornalistas disseram ao Jornal Opção que estão impressionados com a capacidade de trabalho de João Bosco — sempre aberto a ouvir e a fazer mudanças.

Na transmissão ao vivo da sessão de abertura dos trabalhos legislativos de 2018, na Assembleia de Goiás, na quinta-feira, 15. A nova TBC pôs no ar o discurso de críticas do deputado José Nelto, o (quase) enfant terrible do MDB, ao governador Marconi Perillo. Sem nenhuma censura. A emissora entrevistou outros parlamentares das oposições — como Humberto Aidar, Adriana Accorsi, ambos do PT, e Bruno Peixoto, do MDB.

A impressão que se tem é que a TBC está (mais) presente, atenta aos fatos produzidos tanto pelo governo quanto pela sociedade.

A TBC passou no teste, o que está agradando os telespectadores. Afinal, a emissora é do governo, não é dos governantes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.