Euler de França Belém
Euler de França Belém

Roberto Requião diz que delação de Joesley Batista foi articulada pelos Estados Unidos. Veja vídeo

O líder do PMDB afirma que a delação não foi articulada pela Procuradoria-Geral da República do Brasil. Feita por um senador, a denúncia é grave

Senador Roberto Requião (PMDB-PR): Estados Unidos querem abalar a soberania do Brasil e destruir conquistas sociais dos trabalhadores

O senador Roberto Requião por vezes é visto como adepto de teorias conspiratórias? Mas é mesmo? Nem sempre. Agora, em vídeo postado no YouTube, o político do PMDB do Paraná diz que o acordo de delação premiada de Joesley Batista, sócio da JBS e de várias empresas, não foi feito inicialmente pela Procuradoria-Geral da República, e sim pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos. Ficção? Pode até ser, mas vale conferir o que diz o peemedebista.

Roberto Requião sustenta que os capitalistas americanos querem destruir as conquistas sociais dos trabalhadores brasileiros. Não apresenta provas de que a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista são tramas do governo do presidente americano, Donald Trump, para destruir a soberania do Brasil e destruir as conquistas dos trabalhadores. A vida mansa de Joesley Batista e Ticiana Vilas Boas nos Estados unidos—considerando que o empresário cometeu crimes graves no Brasil — é mesmo estranha, o que não significa necessariamente que o Departamento de Estado tenha tramado sua delação premiada.

A denúncia, como foi feita por um senador, é grave. Gravíssima. Tanto a Procuradoria-Geral da República e o governo dos Estados Unidos, considerando maluquice ou não, têm de se manifestar.

Deixe um comentário