Euler de França Belém
Euler de França Belém

Sai no Brasil a mais importante biografia de Goebbels, o criador da propaganda política do nazismo

Layout 1“Joseph Goebbels — Uma Biografia” (Objetiva, 816 páginas, tradução de Luiz A. de Araújo), de Peter Longerich, custa caro, R$ 79,90. Mas vale a pena. O historiador alemão é um pesquisador infatigável e tudo que é importante arrola em seus livros. Sobretudo, é um grande analista da história alemã, explicando, com rara competência, porque surgiram, além de Himmler (que biografou), Hitler e Goebbels

Sinopse divulgada pelo site da Livraria Cultura:

“Joseph Goebbels, antissemita radical e idealizador do nazismo, gostava de se ver no papel de um intelectual, e suas funções não se limitaram ao Ministério da Propaganda. Dada sua capacidade retórica, seu desejo de ser protagonista e sua absoluta lealdade ao Führer, ele se converteu em um dos principais dirigentes nazistas e, assim, contribuiu para a radicalização da política antissemita e totalitária do regime. Supostamente, seu objetivo primordial era ser o guia de um aparato de propaganda colossal e onipresente, capaz de produzir uma absoluta harmonia entre o povo e seu Führer.

“Primeiro biógrafo a se debruçar metodicamente nos diários de Goebbels, Peter Longerich penetra de forma única no círculo íntimo do poderio nazista. O autor revela as complexas relações que uniam Goebbels, sua mulher e Hitler, a personalidade maníaco-depressiva do arquiteto da propaganda nazista e seu papel como confidente do Führer até o suicídio.

“Com base nas gravações de seus discursos, Longerich explora o funcionamento do ‘método Goebbles’ de manipulação de massas e demagogia que moldou a opinião pública alemã e permitiu que ela fosse inteiramente controlada pelo Partido Nazista. Resultado de uma pesquisa minuciosa, ‘Goebbels— Uma Biografia’ desmonta a máquina nazista peça por peça e expõe a personalidade assombrosa de um dos homens mais influentes do Terceiro Reich.”

O Brasil é quase sempre o primeiro a chegar atrasado. A edição espanhola, para não contar a inglesa e a alemã, circula no mercado pelo menos desde 2011. Mas importante mesmo é que o livro finalmente chegou às livrarias dos tristes trópicos. As duas biografias, de Himmler e Goebbels, traçam um amplo painel da história alemã. São tão meticulosas quanto a biografia que Ian Kershaw escreveu sobre Adolf Hitler, publicada no Brasil pela Companhia das Letras, numa versão condensada

Deixe um comentário