Euler de França Belém
Euler de França Belém

Reportagem de O Popular erra e diz que Eixo Anhanguera não foi construído por Irapuan Costa Jr.

O jornal comete outro erro: o prefeito de Goiânia, em 1975, não era Francisco da Costa, e sim Francisco de Castro

Um pesquisador gabaritado dos assuntos de Goiânia envia para o Jornal Opção: “A reportagem ‘Ideias de Jaime Lerner para o Eixo Anhanguera continuam em Goiânia’, de o ‘O Popular’, contém erros crassos. Nunca vi tanta trapalhada num mesmo texto. O Eixo Anhanguera foi implantado pelo governador Irapuan Costa Junior, e não pelo governador Leonino Caiado, ao contrário do que informa o jornal. Pouquíssimas pessoas não sabem que em 1975, quando da implantação do Eixo Anhanguera, Leonino Caiado não era mais o governador de Goiás. Outro problema: o prefeito era Francisco de Castro, mas a reportagem menciona um ‘prefeito’ de nome Francisco da Costa, e por mais de uma vez. Hilário ou vergonhoso?” As duas coisas, por certo. Frise-se que, se o repórter tivesse consultado o Jornal Opção, teria dado a informação correta. Na época, o Jornal Opção enviou um repórter a Curitiba para verificar o que estava sendo feito lá e seria estendido a Goiânia. Dada a consultoria gratuita deste texto, é possível corrigir a reportagem, ao menos a matéria que está na internet.

Há outros erros, mas de menor importância. Um deles: “arquiteto e urbanista falecido nesta quinta-feira (27), trouxe projeto do Eixo Anhanguera para a capital”. A vírgula está sobrando.

Oxalá, na próxima reportagem, “O Popular” não desinforme que o fundador de Goiânia foi Juca Ludovico, e não Pedro Ludovico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.