Euler de França Belém
Euler de França Belém

Rachel Sheherazade diz que recebeu “carta branca” do Portal Metrópoles

A jornalista vai trabalhar no portal do ex-senador Luiz Estevão e diz que vai apresentar um programa pluralista

Jornalistas experimentados sabem que não há “carta branca” para dirigir uma redação ou apresentar um telejornal. Há sempre limites. Os que acreditam no discurso da “carta branca”, quando são demitidos, mostram-se decepcionados. Se o conto não era do vigário, a ilusão era dos profissionais.

Rachel Sheherazade: apresentadora do Portal Metrópoles | Foto: Reprodução

Pois Rachel Sheherazade, demitida do SBT — possivelmente por divulgar suas opiniões, que deixaram de ser interessantes para a empresa do patrão, Silvio Santos —, afirma que terá “carta branca” para emitir opiniões no programa de entrevistas e debates que vai apresentar no portal Metrópoles, de Brasília. A jornalista sustenta que poderá criticar inclusive amigos e aliados do ex-senador Luiz Estevão, seu novo patrão. Por sinal, o político foi condenado a 31 anos de prisão, sob acusação de, ao lado de outras pessoas, ter desviado verbas da edificação do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo.

As palavras de Sheherazade, transcritas pelo portal Notícias da TV: “Terei liberdade para escolher meus personagens e fazer as perguntas que me convierem. Pretendo ouvir todos os lados. Não me importa se pensam semelhante a mim ou o contrário. Minha única condição para escolher um entrevistado é que ele pense! Que tenha algo para acrescentar ao debate. Não me foi imposta qualquer censura. Pelo contrário, a CEO do Metrópoles [Lilian Tahan] me garantiu não haver qualquer ingerência do proprietário na linha editorial. Falou-me uma palavra que me encantou: ‘pluralidade’”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.