Euler de França Belém
Euler de França Belém

Para concorrer com a Globo, a CNN Brasil planeja adquirir SBT ou Rede TV! e Gazeta

Há indícios de que a CNN Brasil quer se tornar dominante no mercado de jornalismo. Teria percebido uma certa fragilidade na Globo

Douglas Tavolaro e Monalisa Perrone: investimento no Brasil parece ter objetivos maiores| Foto: Reprodução

Extensa reportagem da revista “Piauí” mostra que a CNN Brasil não é, ao menos no momento, lucrativa. A matéria sustenta que, durante alguns anos, continuará deficitária, sem conseguir pagar os investimentos. Se televisão não é mais um grande negócio — antes, era uma espécie de banco da informação —, por que um banqueiro-construtor civil bilionário, Rubens Menin, e um jornalista consagrado, Douglas Tavolaro, decidiram implantar a rede de notícias no Brasil?

Em tese, tanto o empresário quanto o jornalista, sócios — o primeiro entrou com o capital e o segundo com a expertise em comunicação —, sabem que a CNN Brasil, se rende prestígio e poder, não gera recursos suficientes, ao menos na circunstância, com o país em recessão. É provável que o faturamento, no momento, não pague a folha salarial dos funcionários. Rubens Menin está pondo dinheiro para bancar o negócio. Está investindo.

Rubens Menin e Douglas Tavolaro: objetivo parece ser desafiar a Globo, ao menos no campo jornalístico | Foto: Reprodução

Mas surgiu a informação do que pode ser o projeto real da CNN. Seriam Douglas Tavolaro e Rubens Menin “laranjas” da CNN americana? Não há indícios disso. Mas uma nova jogada sugere que o jogo do jornalista e do empresário é mais alto do que parecia. Segundo o site Notícias da TV, os americanos, com seus sócios brasileiros, planejam negociar com o SBT, Rede TV! e Gazeta. “O veículo de comunicação estaria interessado em três tipos de negócios: compra total ou parcial, fusão ou arrendamento. Caso a compra dê certo, a CNN passará a ser a única emissora aberta completamente jornalística do país”, frisa o iG.

“Se o arrendamento acabar ocorrendo, a CNN passaria a ser responsável pelo jornalismo de uma emissoa. O canal de televisão ocuparia determinadas faixas de horário na TV aberta e continuaria com a sua faixa na televisão por assinatura”, registra o iG.

Se a história for adiante, pode-se sugerir que a CNN Brasil pretende se tornar dominante na área jornalística, numa tentativa de superar a Globo. Num primeiro momento, e com algumas notícias exclusivas, a CNN ameaçou a hegemonia da GloboNews. Com o tempo, acomodou-se (tem de fugir do rótulo de rede chapa branca), e a GloboNews, mais crítica e conectada à sociedade, à circunstância, permanece na liderança, mantendo a CNN Brasil bem longe, em termos de audiência. Em termos de qualidade, a rede dirigida por Tavolaro não faz feio, aqui e ali, superando a principal concorrente.

O que se pretende é muito mais do que concorrer com a GloboNews, como parecia à primeira vista. O objetivo parece ser enfrentar, com a cara e a coragem, a líder de audiência no país, a TV Globo, que apresenta o “Jornal Nacional”. Ressalte-se que a Globo, além do jornalismo, é forte na área de entretenimento — que não é o campo da CNN, nem nos Estados Unidos. Tudo indica que há a percepção de que, embora bem-sucedida, a Globo estaria relativamente fragilizada, em termos estruturais. Seria o momento de “atacar”, de disputar, de maneira mais intensa, o mercado.

7 respostas para “Para concorrer com a Globo, a CNN Brasil planeja adquirir SBT ou Rede TV! e Gazeta”

  1. Avatar Adilson disse:

    Podem acreditar, uma coisa é certa, nenhuma emissora, seja quem for, supera o jornalismo da rede Globo. Aceitem ou não, mas é a realidade.

  2. Avatar Caio disse:

    Um canal que já chega com a preocupação de derrubar a rede Globo, típico da Record, em vez de se preocupar em fazer os trabalhos com qualidade superior, imagine onde vai acabar!

  3. Avatar Michell disse:

    Com o SBT e a RedeTV! incorporados à CNN, o SBT RS e PA vão virar Globo Sul e Globo Norte. A Rede Pampa e a TV Brasília se tornam independentes, a Rede Alterosa, a RBS e a TV Aratu se afiliam a CNN

  4. Avatar Michell disse:

    será o fim das transmissões VHF e UHF, o SBT e a RedeTV! vão deixar de ter transmissão aberta, mas ainda estar no ar via streaming e os canais da CNN serão:

    SP: 4, RJ: 6 e DF: 12 (Vivo Connect, Claro Connect, Tim Connect e Oi Connect)

    SP: 504|RJ: 506|DF: 512 (Claro Connect HD e Oi Connect HD)
    SP: 604|RJ: 606|DF: 612 (Vivo Connect e Tim Connect HD)

  5. Avatar Michell disse:

    Os SBTs: RS e PA vão dar lugar às Globos: Sul e Norte. As RedeTV!s: Minas, Pernambuco e Ceará vão ser incorporadas à Rede Alterosa, à TV Jornal e ao Sistema Jangadeiro que vão se afiliar à CNN, além da RBS, da TV Aratu e da Rede Liberal. A TV Brasília e as redes: Pampa e Massa vão se tornar independentes.

  6. Avatar Michell disse:

    cobertura da CNN:

    geradoras: CNN São Paulo e CNN Rio de Janeiro
    filial: CNN Distrito Federal

    afiliadas:
    Acre: ABC TV
    Alagoas: TV Farol
    Amapá: TV Verdade
    Amazonas: TV em Tempo
    Bahia: TV Aratu
    Ceará: Sistema Jangadeiro
    Espírito Santo: Rede Tribuna
    Goiás: TV Serra Dourada
    Maranhão: Rede Difusora
    Mato Grosso: PSI (Pantanal Som e Imagem)
    Mato Grosso do Sul: Rede Centro-Oeste
    Minas Gerais: Rede Alterosa
    Pará: RBA
    Paraíba: TV Maior (João Pessoa/Campina Grande)
    Paraná: RIC
    Pernambuco: TV Jornal (Recife/Caruaru)
    Piauí: TV Pioneira
    Rio de Janeiro: TV Norte Fluminense (Campos dos Goytacazes) e TV Sul Fluminense (Barra Mansa/Volta Redonda)
    Rio Grande do Norte: Sim TV
    Rio Grande do Sul: RBS
    Rondônia: SGC
    Roraima: TV Tropical
    Santa Catarina: SCC
    São Paulo: TV Diário (ABC e Alto Tietê), TV FR (Bauru e Sorocaba) TVI (Presidente Prudente e São José do Rio Preto) TV Imperador (Ribeirão Preto/Araraquara) TV Thathi (Campinas, Litoral “sede em Santos” e Vale “sede em São José dos Campos”)
    Sergipe: TV Sergipe
    Tocantins: Rede Líder

  7. Avatar Michell disse:

    como será com a CNN tendo transmissão aberta, geradoras: São Paulo e Rio de Janeiro e filial: Brasília

    afiliadas: Acre: ABC TV, Alagoas: PSCOM, Amapá: TV Verdade, Amazonas e Xapuri: TV em Tempo, Bahia: TV Aratu, Ceará: Sistema Jangadeiro, Espírito Santo: Rede Tribuna, Goiás e Triângulo: TV Vitoriosa, Maranhão: Rede Difusora, Mato Grosso: PSI “Pantanal Som e Imagem”, Mato Grosso do Norte: TV Cidade, Mato Grosso do Sul: Rede Centro-Oeste, Minas Gerais: Rede Alterosa, Pará: RBA, Paraíba: TV Maior (João Pessoa/Campina Grande), Paraná: RIC, Pernambuco: TV Jornal (Recife/Caruaru), Piauí: Rede Pioneira, Rio de Janeiro: TV Centro Fluminense (Teresópolis) TV Norte Fluminense (Campos dos Goytacazes), TV Sul Fluminense (Barra Mansa), Rio Grande do Norte: Sistema Opinião, Rio Grande do Sul: Rede Pampa, Rondônia: SGC, Roraima: Sistema Tropical, Santa Catarina: SCC, São Paulo: TV Diário (ABC e Alto Tietê), TV FR (Bauru e Sorocaba) TVI (Araçatuba, Presidente Prudente e São José do Rio Preto), TV Thathi (Campinas, Litoral “com sede em Santos e Caraguatatuba”, Ribeirão Preto e Vale “com sedes em São José dos Campos e Registro”), Sergipe: SAC e Tocantins: Rede Líder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.