Euler de França Belém
Euler de França Belém

Palavra de Lula: “É uma pena que parte da imprensa brasileira venha tratando bandidos como heróis”

O ex-presidente se refere ao doleiro Alberto Youssef

Nota divulgada pelo ex-presidente Lula da Silva no Facebook:

“É inaceitável que uma grande democracia como o Brasil, com 200 milhões de habitantes, uma das maiores economias do mundo, seja transformada em refém de um criminoso notório e reincidente, de um réu que negocia depoimentos – e garante para si um percentual na recuperação do dinheiro que ajudou a roubar.

“É inacreditável que um bandido com oito condenações, que já enganou a Justiça num acordo anterior de delação premiada, tenha palco para atacar e caluniar, sem nenhuma prova, algumas das principais lideranças políticas do país, legitimadas democraticamente pelo voto popular. Que se dê crédito a criminosos para apontar quem é e quem não é honesto neste País.

“É uma pena que parte da imprensa brasileira venha tratando bandidos como heróis, quando tais pessoas se prestam a acusar, sem provas, os alvos escolhidos pela oposição; quando se prestam a difamar lideranças que a oposição não conseguiu derrotar nas urnas e teme enfrentar no futuro.

“O Brasil merece ser tratado com mais responsabilidade e seriedade.”

Assessoria de Imprensa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Hans Siedorski

Também é uma pena que certos partidos políticos continuem tratando como heróis criminosos condenados.

Epaminondas

A nota é do ex-presidente ou de sua assessoria? Normalmente, isto não teria muita diferença. Mas a julgar todos estes anos vendo pronunciamentos do Lula, o estilo parece muito diferente. Não a ideia central, claro: O PT é um paraíso de anjos e que a oposição, em conluio com a elite, patrocinada por interesses externos, querem derrubar o caminhar ao futuro dos brasileiros. (Que “elite”? Que “oposição”? Que “interesses externos”? A coragem dos petistas só chegam até aqui, eles nunca se atrevem a dar nomes precisos, embora “o golpe”, esteja bem nítido para eles) Sobre tratar bandidos como heróis, well… Leia mais