Euler de França Belém
Euler de França Belém

Organizador do Prêmio Esso morre aos 74 anos. Tinha câncer

Ruy Portilho ganhou o Prêmio Esso com reportagem publicada no “Jornal da Tarde”

Ruy Portilho, jornalista

O jornalista Ruy Portilho morreu na quarta-feira, 13, de câncer, aos 74 anos.

Ruy Portilho trabalhou na Editora Bloch — dos “Irmãos Karamabloch”, no dizer de Otto Lara Resende —, que editava a revista “Manchete”, na década de 1960, no “Estadão” e no “Jornal da Tarde”.

O “Estadão” ganhou o Prêmio Esso com uma reportagem sobre o Caso Riocentro, na década de 1980. A reportagem foi escrita por Antero Luiz, sob a coordenação de Ruy Portilho.

Em 1984, com a reportagem “Os 20 anos do BNH”, do “Jornal da Tarde”, Ruy Portilho ganhou o Prêmio Esso.

Mais tarde, Ruy Portilho assumiu o marketing e a comunicação do grupo Viamar e, em seguida, a coordenação de Comunicações Externas da Esso Brasileira de Petróleo. Ele se tornou o coordenador do Prêmio Esso de Jornalismo.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.