Euler de França Belém
Euler de França Belém

Nelson Nunes não é mais consultor de “O Popular” e do “Jornal do Tocantins”

O jornalista diz que “O Popular” lidera o mercado em Goiás. No impresso, é um fato. Na internet, às vezes perde para o Jornal Opção

Nelson Nunes, jornalista | Foto : Portal dos Jornalistas

Nelson Nunes, jornalista | Foto: Portal dos Jornalistas

O Portal dos Jornalistas informa que o repórter Nelson Nunes, concluída a reforma gráfico-editorial de “O Popular” e do “Jornal do Tocantins”, deixou Goiânia e Palmas e voltou para São Paulo. Ele trabalhou sob o comando do consultor Eduardo Tessler.

“A ação culminou com a implantação de novos projetos gráfico e editorial nos dois veículos, que passaram a adotar o formato berliner. Novidade na região Centro-Norte do país, o modelo ajudou a consolidar a posição de liderança regional que os dois veículos já desfrutavam no mercado local”, disse Nelson Nunes ao Portal dos Jornalistas.

O que o site não relata é que a reforma pode não ter sido tão bem-sucedida assim. Tanto que provocou a queda dos dois principais dirigentes do Grupo Jaime Câmara, que edita os dois jornais: Cristiano Câmara (filho do acionista majoritário, Júnior Câmara) e Maurício Duarte. Os novos dirigentes convocaram publicitários para discutir o novo projeto gráfico de “O Popular” e ouviu de alguns deles que o formato berliner não está agradando.

Mas o problema verdadeiro do jornal não é o formato, de fato moderno, mas de substância. Com a demissão em massa de jornalistas experimentados, que não foram substituídos por jornalistas com igual ou formação superior, o jornalismo caiu de nível. Este, sim, é o comentário que se ouve nos meios políticos, empresariais, jornalísticos, publicitários, entre outros.

O comentário de Nelson Nunes, no segundo parágrafo, é verdadeiro em parte. Em termos de circulação impressa, procede que “O Popular” lidera, pois os outros diários, “O Hoje” e o “Diário da Manhã” (a Justiça está avaliando seu pedido de recuperação judicial), passam por momentos difíceis. Porém, em termos de acesso na internet, “O Popular” não é líder indiscutível. Durante alguns meses, na internet, o Jornal Opção (diário na internet) o supera em termos de visualizações únicas. Se Nelson Nunes e o Portal dos Jornalistas quiserem, nós abriremos todas as nossas informações para efeito de comparação — desde que “O Popular” faça o mesmo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.