Euler de França Belém
Euler de França Belém

Morre o repórter-fotográfico Nilo Bueno, que trabalhou no Diário da Manhã

O fotógrafo Nilo Bueno, que trabalhou durante vários anos no jornal “Diário da Manhã”, morreu na quinta-feira, 22. Ele estava internado há mais de um mês. Ele estava se recuperando de um infarto.

Nilo Bueno é apontado pelos colegas como “profissional competente, exemplar”. Trabalhei com ele no “Diário da Manhã”. De fato, era um repórter-fotográfico que não enjeitava trabalhos complicados. Não tinha medo de nada. Estava sempre disposto a cumprir as pautas mais difíceis. Era o tipo de repórter-fotográfico com o qual todo repórter quer sair e trabalhar. Não raro, nas pautas mais complexas, que exigia convencer alguém a falar, Nilo Bueno ajudava os repórteres. Era discreto, tolerante e perspicaz.

Ele estava aposentado da Polícia Técnico-Científico do governo de Goiás.

Dois filhos de Nilo Bueno, Ricardo Rafael e Danilo Bueno, são repórteres-fotográficos. O primeiro é subeditor do jornal “O Popular”. São tão talentosos quanto o pai.

Velório e enterro

O corpo será velado a partir das 17 horas de quinta-feira, 22, e sepultado às 10 horas de sexta-feira, 23, no Cemitério Parque Memorial, na rodovia GO-020.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Wandell Seixas

Goiás perde um grande profissional da fotografia. Meus pêsames à família enlutada.