Euler de França Belém
Euler de França Belém

Metrópoles mostra força e retira o colunista Guilherme Amado da “Época”

O jornalista, que já recebeu o Prêmio Esso, estreia no dia 17 deste mês. Levou a equipe que trabalhava com ele na revista do Grupo Globo

Guilherme Amado: trocando a Época pelo Metrópoles | Foto: Reprodução

O portal Metrópoles, de Brasília, não está brincando em serviço. Em termos de acesso, já supera o “Correio Braziliense” e agora retirou um dos principais colunistas da revista “Época”, Guilherme Amado, responsável por vários furos jornalísticos da publicação do Grupo Globo.

O Metrópoles contratou também a equipe de Guilherme Amado, como o jornalista Eduardo Barretto.

A estreia da coluna seria no dia 17 de maio deste ano. Não se falou sobre o salário do jornalista. O mercado persa das informações sugere que vai ganhar três vezes mais do que recebia na “Época”.

Guilherme Amado ganhou um Prêmio Esso e um Prêmio Tim Lopes por matérias publicadas no jornal “Extra”. Na “Veja” e em “O Globo”, pertenceu à equipe do jornalista Lauro Jardim.

Lilian Tahan, diretora-editora do portal Metrópoles | Foto: Reprodução

Repórter investigativo, Guilherme Amado divulgou, em primeiríssima mão, a gravação na qual o goiano Joesley Batista, sócio da JBS, conversa com o ex-presidente Michel Temer, que teria sugerido que o empresário continuasse bancando o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha.

O Metrópoles pertenceu ao ex-senador Luiz Estevão, que chegou a ser condenado e preso pela Justiça. Ele está não economizado para manter o portal na liderança em Brasília. O objetivo é ser, cada vez mais, um portal de dimensão nacional.

O portal é dirigido pela jornalista Lilian Tahan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.