Euler de França Belém
Euler de França Belém

Mercado fala em passaralho na redação de O Popular. Fonte interna não confirma

Rep├│rter do jornal afirma que a tend├¬ncia ├® que o jornal circule apenas na internet para reduzir custos, o que levar├í a corte de pessoal

Os bastidores da imprensa fervilharam na quarta-feira, 19, com not├¡cias de que ÔÇ£O PopularÔÇØ s├│ vai circular na internet e de que est├í sendo preparado um passaralho gigante.

Jornalistas de ÔÇ£O PopularÔÇØ admitem que h├í coment├írios, nos corredores, de que o Grupo Jaime C├ómara prepara uma onda de demiss├Áes.

Entretanto, apesar dos coment├írios, nenhuma fonte oficial do jornal confirma as demiss├Áes e mesmo que, seguindo o ÔÇ£Jornal do TocantinsÔÇØ, ÔÇ£O PopularÔÇØ vai circular apenas na internet. Um rep├│rter comentou em off: ÔÇ£O custo de produ├º├úo do jornal ‘O Popular’ ├® muito alto e cada vez mais a publicidade ├® escassa. Por isso a tend├¬ncia ├® que o jornal continue apenas no mundo digital e, se isto ocorrer, ├® natural que a equipe seja reduzidaÔÇØ.┬áO profissional lamenta que a empresa n├úo d├¬ informa├º├Áes precisas ├á reda├º├úo. “Eu fiquei sabendo das negocia├º├Áes do Grupo Jaime C├ómara com o Grupo Zahran por reportagem do Jornal Op├º├úo”, afirma. “Na reda├º├úo, nem os editores sabiam o que estava acontecendo. N├úo sabiam que o neg├│cio havia come├ºado e tampouco que as negocia├º├Áes, de repente, haviam sido interrompidas.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.