Rodrigo Hirose
Rodrigo Hirose

Mais uma baixa no jornalismo da Rede Globo

Com larga experiência em coberturas de grandes eventos esportivos e de fatos da história recente, repórter pede licença de seis meses

Marcos Uchôa: emissora diz que ele volta em janeiro | Foto: Divulgação / Rede Globo

Após as demissões de William Waak, Fernando Rocha, Mariana Ferrão, Mauro Naves e outros, o jornalismo da Rede Globo sofre mais uma baixa. Segundo noticiado nesta sexta-feira, 12, pela coluna UOL Esporte vê TV, o repórter Marcos Uchôa solicitou uma licença de seis meses da emissora. O motivo seria a insatisfação com a redução de seu espaço nos noticiários da casa, sendo a gota d´água a cobertura da Copa América, disputada no Brasil e vencida pela seleção brasileira.

Em nota ao UOL Esporte, a Globo confirmou o afastamento do profissional. “O repórter Marcos Uchôa pediu licença não remunerada de seis meses e volta em janeiro de 2020”, diz a nota.

Uchôa está na Globo desde 1987, onde ingressou na cobertura de esporte. Tem no currículo a cobertura de vários Jogos Olímpicos, Copas do Mundo e Fórmula 1. Poliglota (fala sete idiomas), foi correspondente internacional da emissora e participou das coberturas da Guerra do Iraque (2003), do tsunami na Ásia (2004), do acidente nuclear de Fukushima (2011) e da Primavera Árabe (2011).

Estava no Brasil desde 2014, quando retornou para a cobertura da Copa do Mundo. Com 61 anos, Uchôa estaria insatisfeito por não ter sido escalado para grandes reportagens nos últimos meses, segundo a coluna do UOL.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.