Elder Dias
Elder Dias

Mais um bom fruto do jornalismo goiano, Marcello Dantas, é premiado por trabalho publicado no Jornal Opção

dantas-trabalho-INTERNA

Marcello Dantas e as duas fotos selecionadas entre as melhores do ano passado: uma delas estampou a capa do caderno Opção Cultural, na edição 2075 | Foto: Benedito Braga

Ele atuou no Jornal Opção como repórter da edição diária (online) durante mais de dois anos. Mas seu foco mesmo, literalmente falando é a máquina fotográfica. Filho de Jota Marcelo, editor-chefe do “Jornal Cidade”, de Uruaçu, Marcello Dantas seguiu em Goiânia os passos do pai. Mas foi na Índia, bem longe do Cerrado, que conseguiu realizar seu primeiro trabalho premiado, publicado em três edições do Jornal Opção: duas de suas fotos, da edição 2075, foram selecionadas para o livro “O Melhor do Fotojornalismo Brasileiro”, da coleção Biblioteca Fotografe, da revista “Fotografe Melhor”.

Os dois cliques são da reportagem “Um mergulho no Centro-Norte da Índia” e mostram o outro lado, bem menos glamoroso, do portentoso Taj Mahal, construído na cidade de Agra e que é uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Desde janeiro, Dantas segue sua carreira como repórter fotográfico no jornal “O Popular” — que poderia ter citado, em sua nota sobre a merecida premiação, em que veículo as fotos haviam sido publicadas originariamente.
Por sua sensibilidade aos temas sociais, mesclada à agudez e “timing” no uso do equipamento, Marcello Dantas tem potencial para se transformar em um dos grandes nomes do fotojornalismo nacional.

Deixe um comentário