Euler de França Belém
Euler de França Belém

Luciana Gimenez não recebeu 100 mil reais de Jorge Kajuru mas move outro processo contra o jornalista

Juíza autoriza citação de Jorge Kajuru por edital e anúncio em jornais. Porque oficiais de justiça não conseguem encontrá-lo

Depois de saber que havia sido condenado pela Justiça a pagar 80 mil reais à apresentadora de televisão Luciana Gimenez por danos morais — num processo judicial de 2005 —, o jornalista e cronista esportivo Jorge Kajuru chamou-a, no Twitter, de “vagaba profissa”. Segundo Leo Dias, do jornal “O Dia”, “até hoje, Luciana não viu a cor do dinheiro de Kajuru, porque ele nunca é encontrado pelos oficiais de Justiça nos endereços informados. A dívida agora já passa da casa dos R$ 100 mil”.

Mas agora Jorge Kajuru responde outro processo, no Rio de Janeiro. Luciana Gimenez o processou devido a novo xingamento. “A juíza Paula Fernandes Machado de Freitas acatou o pedido do advogado Sylvio Guerra para que, dessa vez, o jornalista fosse intimado por edital. Com isso, ele será avisado da data da audiência pelo Diário Oficial e com anúncios em grandes jornais. A juíza escreveu em sua decisão: ‘Tendo em vista que esgotaram-se os meios para localização, intime-se por edital’”, escreve Leo Dias.

Se não comparecer à audiência, Jorge Kajuru “pode ser condenado à revelia”. Ele teria cometido, na avaliação do advogado de Luciana Gimenez, “crime de difamação”. Leo Dias escreve que “o artigo 139 do código prevê de três meses a um ano de detenção e multa. Por injúria, o artigo 140 prevê detenção de um a seis meses ou multa. O advogado da apresentadora quer que a pena seja multiplicada por cinco — o número de vezes que Kajuru ofendeu sua cliente nas redes sociais”.

Jorge Kajuru deveria contratar um bom advogado e, sobretudo, ouvi-lo. Acusações que não podem ser provadas, mesmo se verdadeiras, levam a condenações incontornáveis. Com tantos processos, alguns possivelmente indefensáveis, o competente profissional vai se inviabilizar financeira e, às vezes, profissionalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.