dilmaO livro “A Vida Quer É Coragem — A Trajetória de Dilma Rousseff, a Primeira Presidenta do Brasil” (Primeira Pessoa, 304 páginas), de Ricardo Batista Amaral, é vendido a R$ 4,90 na Livraria Leitura, no Goiânia Shopping. “Apesar da excelente promoção, ninguém quer comprar”, afirma um vendedor.

A obra escrita por Ricardo Amaral, repórter experimentado, saiu em 2011, pouco depois da primeira eleição de Dilma Rousseff para presidente da República e, portanto, não contempla a crise do segundo governo e a corrupção na Petrobrás.

Apesar do “presidenta”, e do tom simpático à petista, não se trata de uma hagiografia. Mas não é uma biografia exaustiva e crítica. Fica-se com a impressão de que é mais um perfil espichado, uma reportagem longa que virou livro.

Falta, ao final, um índice de nomes para facilitar a consulta. O ex-senador goiano Demóstenes Torres, por exemplo, é citado.