Euler de França Belém
Euler de França Belém

Livro revela o esquema de J. Hawilla para corromper o futebol

Obra dos jornalistas Allan de Abreu e Carlos Petrocilo conta como o delator revelou a corrupção no esporte mais amado pelos brasileiros

História de J. Hawilla ganah registro ampliado em livro dos jornalistas Allan de Abreu e Carlos Petrocilo| Imagem: Divulgação

J. Hawilla, que morreu recentemente, pôs fogo no futebol, ao se tornar delator das falcatruas dos dirigentes esportivos. Sua história ganha registro ampliado, para além das reportagens de jornal, no livro “O Delator: História de J. Hawilla — O Corruptor Devorado Pela Corrupção no Futebol” (Record, 266 páginas), dos jornalistas Allan de Abreu e Carlos Petrocilo.

Sinopse da editora: “Os labirintos de uma história essencial para a compreensão dos avanços e mazelas do nosso futebol. José Hawilla, o maior empresário do marketing esportivo do Brasil, dono de uma fortuna estimada em R$ 1,6 bilhão, foi preso em 2013, em Miami, por agentes do FBI. Era o início de uma saga surpreendente: para escapar de uma condenação judicial quase certa, o brasileiro decidiu tornar-se um delator e, mais do que isso, um espião a serviço do governo norte-americano”.

“A conversão de corruptor em delator seria a segunda grande metamorfose na vida de J. Hawilla. Por décadas, o ex-radialista nascido no interior paulista e convertido do dia para a noite em poderoso empresário lubrificou uma engrenagem de propinas com sofisticados esquemas de corrupção que desviaram muitos milhões para os bolsos de cartolas mundo afora, sem contar o dele mesmo. Flagrado, implodiu seus próprios métodos criminosos. Ao longo de dois anos, por meio de dezenas de entrevistas e pesquisa em milhares de páginas de documentos, os repórteres Allan de Abreu e Carlos Petrocilo investigaram a fundo a vida do empresário.”

Deixe um comentário