Euler de França Belém
Euler de França Belém

Jornalista Edmar Oliveira lança livro que oferece uma lição de humanidade desinteressada

Emanuel nasceu com sérios problemas de saúde. Médicos disseram que viveria poucos dias. Viveu 18 anos. O medicamento? Carinho e amor

Edmar Oliveira, jornalista e alma de poeta

O jornalista (com alma de poeta) Edmar Oliveira é um homem de paixões. Uma delas é contar histórias extraordinárias. São histórias que relatam a dor das pessoas, sem condescendência, mas o repórter não deixa de apontar que às vezes há redenção, e não só a miséria tradicional. Noutras palavras, o repórter é um grande contador de histórias. O que conta por vezes é tão impressionante que, aqui e ali, parece ficção. Mas ficção, claro, não é. Trata-se tão-somente da realidade capturada por sua imaginação tão poderosa quanto humanista.

As histórias de Edmar Oliveira, registradas em longas reportagens, agarram e emocionam o leitor. Nunca deixam o leitor indiferente. Na terça-feira, 19, às 20h, a Contato Comunicação lança seu livro “O Rosto de Deus”, que conta a história do menino Emanuel, que nasceu doente e era rejeitado por todos. Ele viveria poucos dias. Pois um casal, Elson de Oliveira e Maria Pires de Oliveira, mesmo sabendo dos prognósticos terríveis, decidiu adotá-lo e, durante 18 anos, cuidou dele – um eterno menino. Talvez o medicamento que fez Emanuel viver tanto tenha sido o carinho (o amor) do casal. Conheci Emanuel e seus pais, os que o criaram, numa visita que fiz a Vianópolis há alguns anos. Trata-se de um casal de grande doçura, de uma humanidade que impressiona.

Edmar Oliveira captou a “alma” da história de Emanuel e de seus pais adotivos. Percebeu que, para além do sofrimento e da abnegação, havia uma história de doçura e amor. Uma história rara, uma história bela. E, importante, sem uma gota de pieguismo.

Serviço

Local do lançamento: Contato Comunicação, Rua 27-A, nº 150, Setor Aeroporto.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.