Euler de França Belém
Euler de França Belém

Jornalista chama Chico Buarque de canalha e ladrão e vai pagar 100 mil de indenização

Tribunal de Justiça aumenta indenização que será repassada ao compositor e à sua família

O compositor, cantor e escritor Chico Buarque tem sido vítima frequente de críticas excessivas, que pouco ou nada tem a ver com liberdade de expressão. Há intelectuais que confundem, propositadamente, sua posição política pró-PT e pró-Lula da Silva com sua criação artística. Chegam a avaliá-lo não por sua arte, e sim pelo diz que em termos políticos — o que é um grave equívoco.  A arte do filho do historiador-pensador Sérgio Buarque de Holanda, mesmo quando engajada, não é primária. Pode, claro, ser criticada, mas a crítica eminentemente ideológica, que se torna mais uma restrição, não a compreende, pelo menos não de maneira ampla. Trata-se de um vezo limitador tanto da música e da literatura quanto da própria crítica.

Paralelamente aos críticos ideológicos, há os críticos radicais, até fanáticos, sobretudo nas redes sociais. Xingam Chico Buarque, o artista e o “político”, de maneira brutal. O jornalista e antiquário João Pedrosa é um deles. A atriz Silvia Buarque, filha do compositor, postou uma fotografia do pai no Instagram e João Pedrosa comentou: “Família de canalhas! Que orgulho de ser ladrão!” Chico Buarque, Marieta Severo, sua ex-mulher, e as filhas Silvia, Helena e Luisa decidiram processá-lo.

João Pedrosa, o jornalista-antiquário que atacou a família de Chico Buarque

A juíza Simone Simone Gastesi Chevrand condenou João Pedrosa. “A conduta do réu, desta sorte, sem qualquer conteúdo informativo, mas com único teor de maledicência infundada, é reprovável e, de forma inconteste, acarreta abalo emocional grave a quem quer que seja”. Porém, como o jornalista-antiquário, pediu desculpas publicamente, por intermédio de uma carta, a magistrada condenou-o a pagar “apenas” 25 mil reais. “Em qualquer sociedade civilizada, a assunção da culpa seguida de clara demonstração de arrependimento há de ser prestigiada e sopesada para a finalidade do arbitramento”, teorizou.

Chico Buarque e sua família não concordaram com a sentença da juíza e recorreram. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro elevou a indenização para 100 mil reais. E o jornalista terá de pagar a publicação da sentença em jornais de grande de circulação do país.

João Pedrosa pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, mas a tendência é que as coisas piorem.

5 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Maria de Fátima Carvalho Vieira

Chamar Chico Buarque e sua família de Canalha ,pela posição política, nunca entendeu nada ,um pobre imbecil.

Idalina Mello

Quando a irresponsabilidade pesa no bolso, bate o “arrependimento”. Bem sintomático.

Luiz P Santana

Canalha é um inútil desses que se diz jornalista. Ignorar a arte de Chico e não ter respeito por essa família digna e honrada. Se o jornal que o emprega for sério, deve demiti-lo.

Mário de Oliveira Pinheiro Pinheiro

Sinceramente, a figura do indivíduo revela-lhe o caráter:irresponsável, inconsequente.

Maurem

Maravilha!!!!
Tem que pagar!
A justiça tem que coibir o ódio e a intolerância!!!!