Euler de França Belém
Euler de França Belém

João Dória chama Lula de “sem vergonha”, sugere sua prisão e é interpelado judicialmente

Pré-candidato do PSDB aposta que apoio do ex-presidente, decisivo em 2012, vai prejudicar a reeleição de Fernando Haddad

Lula e Dirceu

O ex-presidente Lula da Silva, do PT, começa a ser chamado por jornalistas e políticos de Mr. Processo. Ele vai processar todo mundo que “agredi-lo”. Agora, chegou a vez de interpelar judicialmente um dos pré-candidatos do PSDB a prefeito de São Paulo, o empresário João Dória Jr. Este sugeriu a prisão do petista-chefe e chamou-o de “sem vergonha” e “cara de pau”.

As palavras cáusticas de João Dória Jr. foram ditas numa entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo”, ao sugerir que o apoio explícito de Lula à reeleição do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, do PT, seria positivo para a oposição, quer dizer, para ele. O apoio deveria ser dado “antes de o ex-presidente ser preso”.

João Dória 2joaodoria

“Vamos até pedir ao [juiz Sérgio] Moro para adiar essa prisão. (…) Lula é um sem vergonha, um cara de pau (…) Haddad é honesto, algo raro dentro do PT que tem manual de como roubar, de usurpar e de mentir”, acrescentou João Dória Jr., batendo abaixo da linha de cintura, o que não é bem de seu estilo, quase sempre elegante.

Lula da Silva disse, por intermédio do Instituto Lula, que não é investigado pela Operação Lava Jato. O ex-presidente sugeriu que, na verdade, João Dória Jr. já está em campanha para prefeito e, por isso, quer “marcar” posição com críticas corrosivas.

A aposta de que a imagem de Lula da Silva está inteiramente corroída em São Paulo pode ser de alto risco para o PSDB. É provável que a pancadaria excessiva pode transformá-lo em vítima, e não em vilão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.