Euler de França Belém
Euler de França Belém

Jô Sampaio lança livro de crônicas e poesias

A poeta e prosadora consegue escrever tanto poesia quanto prosa com rara contenção e delicadeza

A escritora Jô Sampaio consegue um efeito que é menos corriqueiro do que se imagina: navega bem tanto na prosa quanto na poesia. É uma “proeta”.

Jô Sampaio, contista, cronista e poeta | Foto: Facebook de Jô Sampaio

Sua contística aproxima-se da delicadeza contida da do russo Anton Tchekhov. Sua poesia bebe na modernidade e, ao mesmo tempo, consegue ser única (Jô Sampaio tem voz própria, identidade). Trata-se uma poesia perceptiva, qualidade dos bons poetas, que, com poucas palavras, conseguem reconstruir o mundo de maneira precisa e, por vezes, bela.

Prosadores tentam “escravizar” as palavras; poetas não tentam — eles conseguem. Os bardos expressam o que aparentemente era indizível. Detalhe: a prosa de Jô Sampaio contém poesia — é, digamos, “proesia”.

Jô Sampaio lança na quinta-feira, 3, às 19 horas, o livro “Divagando — Crônicas & Poesias”. Local: Sesc, Rua 15, Setor Central.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.