Euler de França Belém
Euler de França Belém

Jason Tércio sugere que Mário de Andrade era bissexual, não homossexual

Layout 1O “Estadão” publicou que o escritor e pesquisador Jason Tércio disse que Mário de Andrade não era homossexual. Fica-se, pois, a insinuação de que era heterossexual. O jornal não apresentou nenhuma outra nuance. “O Globo” acrescentou outra informação, e do mesmo biógrafo: Mário de Andrade era bissexual.

A biografia de Jason Tércio, que pretende ser ampla, sai até o fim deste ano. Dizê-lo “bissexual” — ou melhor, “não homossexual” — seria uma estratégia para impedir a possível publicação da obra? Talvez sim. Mas há indícios de que, embora manifestasse mais interesse por homens, manteve relacionamentos afetivos e sexuais com mulheres. O psicanalista Sigmund Freud não sugeriu que os seres humanos são mais bissexuais do que heterossexuais e homossexuais?

Enquanto não sai a biografia “exaustiva” de Jason Tércio, pode-se consultar “Eu Sou Trezentos — Mário de Andrade: Vida e Obra” (Edições de Janeiro, 256 páginas), de Eduardo Jardim. Trata-se de um dos mais importantes estudiosos da obra e da vida do pai da Semana de Arte Moderna de 1922 e espécie de guia espiritual dos avanços modernistas posteriores — tanto os de Carlos Drummond e João Cabral de Melo Neto. Drummond e João Cabral, juntos, talvez sejam mais importantes do que a Semana de 22.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.