Euler de França Belém
Euler de França Belém

Historiador lança biografia alentada do líder comunista Luiz Carlos Prestes

Ao examinar o mais conhecido comunista brasileiro, historiador faz também uma biografia do século 20

Daniel Aarão Reis é um dos maiores historiadores brasileiros. Seus livros sobre o golpe de Estado de 1964 e sobre a ditadura civil-militar resultam de pesquisas rigorosas e de uma interpretação inteligente e original da época. Ao contrário de outros estudiosos do período, sublinha que a ditadura não acabou. Altamente produtivo, mas sem deixar a qualidade cair, agora lança “Luís Carlos Prestes — Um Revolucionário Entre Dois Mundos” (Companhia das Letras, 576 páginas). Trata-se, pelo número de páginas, de uma obra alentada.

O crítico, sociólogo e jornalista Renato Dias brinca: “Não li e já gostei”. Com a brincadeira, o pesquisador goiano quer dizer exclusivamente que a biografia de Prestes, dada a capacidade de Daniel Aarão Reis para pesquisar e interpretar, deve ser do balacobaco. Ao explicar Luís Carlos Prestes, um dos mais longevos políticos brasileiros — também foi militar —, Daniel Aarão deve ter feito uma reconstrução do século 20 e até de um pedaço do século 19. Prestes nasceu em Porto Alegre, em 1898, e morreu no Rio de Janeiro, em 1990 — aos 92 anos.

O livro não chegou às livrarias, mas já pode ser pedido no site da Livraria Cultura.

Trecho do release da editora

“Neste livro que já nasce como a principal referência biográfica sobre Prestes, Aarão Reis acompanha os passos do líder comunista com ênfase em sua incansável atuação política, marcada pela ferrenha coerência ideológica e numerosos sacrifícios pessoais. De modesto oficial de um batalhão do Exército no interior gaúcho a chefe da mais extensa marcha guerrilheira da história mundial, de cabeça da rebelião comunista de 1935 a preso político, militante clandestino e exilado na União Soviética, de presidente histórico do PCB à líder condenado ao ostracismo por um partido que tentava se adaptar ao jogo político da democracia representativa, Reis traça um perfil biográfico de fôlego que é a o mesmo tempo uma história do marxismo e das lutas sociais no Brasil do século XX. O autor assinala como a história do Partido Comunista Brasileiro, o antigo Partidão, frequentemente se confunde com a biografia de Prestes.”

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Marcos Reis

Daniel Aarão Reis e a biografia de Luiz Carlos Prestes: A falsificação da história por um historiador Escrito por Anita Leocadia Prestes Quarta, 07 de Janeiro de 2015 Estamos diante de um livro, escrito por um historiador (1), que poderia ser usado em sala de aula de um curso de História como modelo para os estudantes do que não deve ser um trabalho de historiador. Para E. Hobsbawm (2), o historiador deve ter um compromisso com a evidência e, portanto, escrever uma História não só apoiada em documentos como também baseada na comparação do maior número possível de fontes documentais… Leia mais