O Grupo Jaime Câmara deve promover um enxugamento nas redações de seus veículos antes de repassar o controle para a empresa de Mato Grosso

Jaime Câmara Júnior, Tasso Câmara, Cristiano Câmara e Tadeu Câmara:  exemplo de seriedade jornalística, a família deixa a área de comunicação em dezembro deste ano

O Grupo Zahran finalmente fechou a aquisição do Grupo Jaime Câmara — sua prioridade sempre foi a TV Anhanguera, mas aceitou os chamados “penduricalhos”, os dois jornais (“Daqui” e “O Popular”) e rádios — e deve assumir o comando dos empreendimentos em dezembro. (Os jornais e rádios devem ser vendidos posteriormente, porque o Grupo Zahran não tem expertise na área.)

As auditorias e diligências foram concluídas. Só falta mesmo assumir o comando. “Não haverá recuo”, afirma uma fonte. “A Globo considera que o Grupo Jaime Câmara, da família Câmara, está definitivamente fora de seus negócios”, acrescenta.

Até dezembro, o Grupo Jaime Câmara vai promover um enxugamento geral das redações de seus veículos. Faz parte do acordo com o Grupo Zahran.