Euler de França Belém
Euler de França Belém

Grupo Globo faturou R$ 16 bilhões em 2015, com lucro real de R$ 3 bilhões e espanta a crise

O faturamento dos jornais O Globo e Extra! e da Agência O Globo não foi incluído neste balanço

Marinhos irmãos irmãos-marinho1

Crise? Que crise?! O país está em recessão, à porta de uma depressão, mas o Grupo Globo faturou 16 bilhões de reais em 2015. A “Folha de S. Paulo” (seus dirigentes, Luís Frias e Otavio Frias, são sócios de Roberto Irineu Marinho no “Valor Econômico”) anunciou que o lucro líquido foi de 3 bilhões de reais — um aumento real de 30%. Os dados sugerem que o GG, se não cresceu de maneira extraordinária, foi menos afetado pela crise econômica do que outras grandes empresas. Um dos motivos é que, ao longo de 2014 e 2015, teria feito uma série de ajustes para conter despesas e tornar a empresa mais produtiva.

A “Folha” sugere que o resultado tem a ver com “receitas financeiras” — que saltaram, de 2014 para 2015, de 918 milhões de reais para 2,1 bilhões de reais. Segundo o Portal Imprensa, baseado no material do jornal, “em 2015, o grupo fechou com 4,6 bilhões em caixa, contra 2,5 bilhões em 2014”.

As finanças da Infoblogo — que edita os jornais “O Globo” e “Extra!” e opera a Agência O Globo — não foram incluídas no balanço divulgado. Já as revistas, como “Época”, e rádios foram incluídos. A TV Globo é responsável pelo maior faturamento do Grupo Globo.

Juntos, os irmãos José Roberto, Roberto Irineu e João Roberto Marinho têm um patrimônio, segundo a revista “Forbes”, de 52 bilhões de reais. Eles estão na lista dos empresários mais ricos do Brasil.

(Na foto: os irmãos José Roberto, Roberto Irineu e João Roberto Marinho)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.