Euler de França Belém
Euler de França Belém

Galvão Bueno explica como começou a história de que Ayrton Senna era gay

ayrton-senna-19

Nelson Piquet disse para um repórter: “Vai perguntar pra ele [Ayrton Senna] por que ele não gosta de mulher”. Motivo de briga: a competição nas pistas

Ayrton Senna era homossexual? O narrador Galvão Bueno sugere — no livro “Fala, Galvão!” — que não e procura rastrear o início da fofoca de que não gostava de mulheres.

Em 1988, a estrela da Fórmula 1 era Nelson Piquet, e não Ayrton Senna. Porém, como não era simpático, os jornalistas às vezes preferiam entrevistar Ayrton Senna, que, ainda não muito famoso, era mais acessível. O repórter Sérgio Rodrigues, do “Jornal do Brasil”, disse: “Você deu uma sumida”. O piloto respondeu: “Bota aí que eu sumi para dar espaço para o Piquet. Afinal, não faz sentido o cara ser tricampeão e eu continuar sendo assunto. Já que ninguém gosta muito dele, o único jeito era eu sumir pra que ele pudesse aparecer um pouco. Eu não tenho nenhum título e todo mundo só fala de mim”.

Ayrton disse para Galvão Bueno (estavam no mesmo automóvel): “Caprichei nessa, hein, Papagaio?” O narrador não concordou: “Você acabou de se dar mal, acabou de se meter em encrenca”. O “JB” manchetou: “Senna diz que sumiu para Piquet aparecer”.

O “JB” mandou o repórter Eloir Maciel ouvir Nelson Piquet. “Ah é, ele falou isso? Então, vai perguntar pra ele por que ele não gosta de mulher”, disse o piloto. Aí começou a história de que Ayrton Senna andava com mulher para acobertar sua suposta homossexualidade.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.