Famílias que dirigem Globo, Jovem Pan, IstoÉ e o Grupo Massa têm offshores

Algumas movimentam mais dinheiro que o ministro Paulo Guedes, mas seus investimentos não ganharam destaque na mídia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, têm empresas offshore em paraísos fiscais. Ambos disseram à imprensa que não há nada de irregular. O que é estranho é o fato de o ministro convidar investidores a aplicarem seus capitais no Brasil, mas ele próprio não dá o exemplo — optando por manter parte de sua fortuna no exterior, como se desconfiasse da solidez da economia patropi.

Jornais, revistas, sites, emissoras de televisão — como a Globo e a GloboNews — deram destaque aos Pandora Papers, revelados no Brasil pelo Poder 360, pela revista “Piauí”, pela Agência Pública e pelo portal Metrópoles. O trabalho resulta da apuração investigativa de 615 jornalistas e de 149 veículos de comunicação de 117 países. Trata-se de levantamento do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos.

Li o material no Poder 360. Trata-se de um levantamento meticuloso — não acusatório —, com espaço adequado para as pessoas citadas.

Entretanto, se Paulo Guedes, sobretudo, e Roberto Campos Neto ganharam destaque na mídia, um aspecto do levantamento do Poder 360 não recebeu o mesmo espaço. “Da família Marinho aos donos da JP, empresários de mídia estão ligados a offhores”, reportagem cuidadosa do repórter Mario Cesar Carvalho, deixou de ser mencionada de maneira abrangente (em vários, foi “esquecida”) na mídia.

Poder 360 mostra que “oito empresários de mídia no Brasil ou seus parentes têm relação com oito empresas offshore em paraísos fiscais. A lista tem pessoas da família Marinho (Rede Globo), Jovem Pan, Editora Três, além dos filhos gêmeos do apresentador Carlos Massa, o Ratinho”. Alguns deles, por sinal, movimentam ou movimentaram muito mais dinheiro no exterior do que Paulo Guedes.

Rádio Jovem Pan

Tutinha: dono da Rádio Jovem Pan | Foto: Reprodução

Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho (Tutinha) e Marcelo Leopoldo e Silva de Carvalho, irmãos e sócios da Rádio Jovem Pan, são donos da offshore Mydedleton Investiments Limited, nas Ilhas Virgens Britânicas.

Os empresários não disseram se a empresa está declarada à Receita Federal.

Grupo Globo

Paula Marinho | Foto: Reprodução

Neta de Roberto Marinho (os pais não são mencionados na reportagem), Paula Marinho é dona de duas empresas nas Ilhas Virgens Britânicas: Limozina Investind Limited (aparece como sócia de Alexandre Chiapetta de Azevedo, seu ex-marido) e Ravello Holding Limited.

Paula Marinho informou que as offshores foram abertas para aquisição de duas aeronaves. O valor movimentado pela Limozina — para comprar um helicóptero Grand Agusta — não é relatado.

A Ravello movimentou 5 milhões de dólares. Aeronave que Paula Marinho comprou ou pretendia comprar não é mencionada.

As empresas não estão mais em atividade e, quando estavam, foram declaradas ao governo do Brasil, segundo Paula Marinho, via assessoria.

Editora Três

Carlos Alzugaray (Caco) | Foto: Reprodução

Segundo o Poder 360, a família Alzugaray, dona da Editora Três — que edita as revistas “IstoÉ” e “IstoÉ Dinheiro” —, é proprietária de uma offshore nas Ilhas Virgens Britânicas — com capital de 4 milhões de dólares.

Carlos Alzugaray é sócio de sua mãe, Catia Alzugaray, na offshore Hideo Corporation. “O propósito declarado é investimento financeiro”, afirma o site. “A empresa está regular junto à Receita Federal e ao Banco Central e está inativa”, disse a família.

Grupo Massa

Filhos gêmeos do apresentador de televisão Ratinho (Carlos Roberto Massa), Gabriel Martinez Massa e Rafael Martinez Massa são sócios nas offshores GRM1 Holding Ltd e na SMM Holding. “No Brasil, os dois são sócios no Grupo Massa Comunicação. Eles representam o SBT e a rádio Massa FM, no Paraná”, informa Poder 360

Gabriel e Rafael Massa afirmam que “o empreendimento é para investir no mercado imobiliário da Flórida. A estimativa é de ganhos de até 250 milhões de dólares” (o trecho entre aspas é do Poder 360).

RBS

Eduardo Sirotsky Melzer, da RBS | Foto: Reprodução

A RBS retransmite a programação da Globo no Rio Grande do Sul e é dona do jornal “Zero Hora”. Ex-presidente e sócio da empresa, Eduardo Sirotsky Melzer é acionista da FFM Holdings, nas Ilhas Virgens Britânicas. É sócio de sua mulher, Lisandra Goulart Melzer. “A FFM Holdings emitiu 20.000 ações no valor de 100 dólares cada uma. Totalizam 2 milhões de dólares”, assinala o Poder 360.

Sirotsky disse ao site “a empresa está regularmente declarada às autoridades” (o trecho entre aspas é a síntese de sua fala, feita pelo Poder 360).

TV Verdes Mares

Yolanda Vidal Queiroz, do grupo cearense Edson Queiroz, morreu em 2016. A Water Overseas foi aberta em seu nome. A família, procurada, não falou sobre a offshore.

O grupo Edson Queiroz é dono da Verdes Mares (afiliada da Globo no Ceará).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.