Euler de França Belém
Euler de França Belém

Ex-presidente Lula da Silva interpela repórter e exige provas de que tem câncer no pâncreas

Leandro Mazzini insiste que suas informações são verdadeiras e garante que Lula procurou o médico João de Deus, de Abadiânia (GO), para “tratá-lo” da suposta reincidência do câncer

O ex-presidente Lula da Silva (foto acima) se tratou de um câncer, no Hospital Sírio-Libanês, há algum tempo. O petista-chefe garante que está bem, “curado”, mas quem teve câncer tem de ficar sob cuidados médicos com certa frequência. Porém, recentemente, o jornalista Leandro Mazzini, editor da coluna “Esplanada”, do UOL, publicou que o principal líder do PT — e possível candidato a presidente da República em 2018 —, supostamente com câncer de pâncreas, estaria fazendo tratamento, de maneira sigilosa, na mesma unidade de saúde. A informação não é confirmada por médicos do Sírio-Libanês, uma referência em tratamento de câncer. Na segunda-feira, 19, Lula da Silva interpelou judicialmente o repórter, o que, dependendo de suas respostas, pode levar a uma ação penal.

Os advogados do ex-presidente da República afirmam que o “diagnóstico” é falso. Leandro Mazzini escreveu que Lula da Silva estava sendo medicado com Bevacizumab, medicamento importado “que”, publicou o repórter, “ameniza o quadro clínico e a dor, e evita a quimioterapia”. A defesa contesta, segundo Mônica Bergamo, da “Folha de S. Paulo”: “O remédio não é usado ou recomendado pela literatura médica para tratamento de câncer”.

Leandro Mazzini insiste que as informações, publicadas em 4 de janeiro, são verdadeiras. O repórter garante que só publicou o texto depois de as informações terem sido confirmadas por quatro pessoas: um médico do Sírio-Libanês (não é da equipe que tratou de Lula), um diretor do PT, um assessor especial do Palácio do Planalto e um parlamentar que seria amigo do petista-chefe.

João de Deus

Na quarta-feira, 21, relata o Portal Imprensa, Leandro Mazzini voltou ao assunto. “Ele publicou que o famoso médium João de Deus (foto acima, com microfone), fundador da Casa Dom Ignácio, em Abadiânia (GO), foi procurado por Lula para curá-lo da reincidência do câncer”, anota o Portal Imprensa.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.