Nesses tempos de crise política e acirramento dos movimentos da oposição é verdade que alguns governistas exageram quando falam em golpismo. Mas a coluna política de Eliane Cantanhêde tem sido praticamente monotemática no que diz respeito a questionamentos em relação ao futuro da presidente Dilma Rousseff. Pode não ser uma atitude deliberadamente “golpista”, mas a jornalista não esconde a torcida para que algo aconteça. Seu comportamento se assemelha ao de alguns comentaristas esportivos analisando partidas em que seu clube do coração esteja envolvido. Eliane é colunista do “Estadão” e tem seu comentário replicado em Goiás no “Pop”. Também é comentarista política no canal Globonews.