Euler de França Belém
Euler de França Belém

Edinair Maria pode processar TV Anhanguera e a repórter Renata Costa

Advogados dizem que, como não foi condenada, Edinair Maria não pode ser qualificada como “funcionária fantasma”

Reprodução/Twitter

Suspeita de ser funcionária fantasma da Assembleia Legislativa pela TV Anhanguera, Edinair Maria dos Santos Moraes pode processar a afiliada da Rede Globo por “constrangimento ilegal”.

Edinair Maria estaria alegando que foi perseguida pela repórter Renata Costa e que as cenas da perseguição foram exibidas na TV Anhanguera e repetidas nas redes sociais.

Pelo menos dois advogados sugerem que houve constrangimento e que, por isso, Edinair Maria pode mesmo receber uma indenização de alguns milhares de reais.

Segundo um experimentado advogado, configurado o constrangimento ilegal, é mesmo possível uma ação por danos morais. A imagem de Edinair Maria foi exibida de maneira exaustiva e há a “acusação” de que se trata de funcionária fantasma.

Outro advogado sublinha que, como estava lá em carne e osso, Edinair Maria não pode ser qualificada de “fantasma”. “O fato de ausentar-se do trabalho, numa ou outra ocasião, não caracteriza que seja fantasma”, frisa.

“Como Ednair Maria não foi condenada em nenhum processo, sequer foi denunciada e processada, não pode ser apresentada como ‘criminosa’ por nenhuma emissora de televisão ou jornais”, afirma um especialista.

23 respostas para “Edinair Maria pode processar TV Anhanguera e a repórter Renata Costa”

  1. Avatar Rômulo disse:

    Constrangimento ilegal? Quem quis correr foi ela. E ela estava no meio de uma rua pública, a repórter tinha tanto direito quanto ela de estar ali.

    Além do mais, a informação de que ela não pode ser qualificada como “funcionária fantasma” é totalmente mentirosa. Pelo amor de Deus, a mulher foi DEMITIDA justamente porque era uma funcionária fantasma sim.

    Quem deveria ser processada é essa Edinair, que sabe-se lá a quanto tempo mamava as custas do Estado. Aliás, o Estado também deveria ser processado, pois não teve competência para fiscalizar esses funcionários e precisou que uma reportagem de TV descobrisse o esquema.

    Esses advogados estão querendo é faturar um dinheiro fácil com honorários.

    • Avatar Thiago Leusa Maria disse:

      Falou td,esse sim e nosso pais de hipocrisia.

    • Avatar Rafael Freitas disse:

      Concordo com sua opinião, Rômulo.

    • Avatar Cardoso disse:

      Eita isso é BRASIL onde que rouba é que tá certo, onde quem trabalha está errado. Agora a pergunta que não quer calar: Quem bate ponto e não cumpre a sua jornada de trabalho, se não é fantasma é o que?? e aos ADVOGADOS E TÃO QUERENDO pegar essa causa, ME RESPONDAM… Se fosse no seu escritório o funcionário passar 3 semanas bate o ponto e sai levaria a demissão por justa causa?? #Brasildapiada #Brasildapalhaçada

    • Avatar Gean Carlos Macedo disse:

      Faço Rômulo das suas palavras a minha……o estado tb deveria ser processado e esses advogados ein?

    • Avatar Caio disse:

      Pois é, e o pior, quem ainda paga o pato é a jornalista e nós cidadãos brasileiros.

    • Avatar Igor Ferreira disse:

      kkkkk, Olha eu meio que não me importo a “Senhora”, Me fez dar altas risadas como nunca, Mais tem aquele ditado quem não deve não teme, Então eu pergunto se ela não fez nada errado por que correu?

      • Avatar Rômulo disse:

        Pois é. Na verdade eu achei essa matéria surpreendente, pois ela quer culpar justamente o canal. Não culpa a mulher, não culpa os incompetentes que deveriam ter supervisionado.

        Parece até que esses “doutores” também participavam do esquema, pois apenas isso explica o interesse deles em punir a emissora por ter feito esse trabalho de jornalismo fantástico.

        Se essa mulher estivesse com razão, ela teria respondido a repórter com argumentos. Ela correu porque ela sabia que estava cometendo um crime. É como aqueles indivíduos que, ao avistarem uma viatura policial, começam a correr e depois, quando são pegos, dizem que se “assustaram”.

    • Avatar Gus Van Sant disse:

      Ela foi exonerada porque alegou que “não trabalhava na Assembléia”, então deu a entender que recebia sem trabalhar. Mas funcionária fantasma não é, pois ela existe, inclusive a repórter conversou com ela e ainda disse que viu ela batendo o ponto.

  2. Avatar Ariano Machado disse:

    O que os advogados não levam em consideração é a própria declaração da Sra. Edinair, que diz: “por enquanto eu estou sem trabalho”, “sou secretária e estou desempregada”. Advogado defender, que como a Edinair estava presente “em carne osso” não a qualifica como “fantasma”, mesmo depois de tais declarações da própria, é simplesmente absurda. Levar em consideração que a “servidora” não tem nenhum processo, sequer denunciada, devem ser levados em consideração no âmbito processual, não em uma reportagem onde a repórter apenas questionava a entrevistada. Ao meu ver, as próprias declarações da Sra. Edinair a incriminam, caso a “servidora” bata ponto e não exerça nenhuma função, como a reportagem retratou. Sendo assim, considero que não houve nenhum constrangimento, pois foram feitas somente perguntas a respeito de seu comportamento enquanto suposta servidora, e quem se pôs em movimento, a correr, foi a “servidora”, sem externar sua indignação quanto as perguntas ou a suposta “perseguição”, o que poderia ter feito. Resumindo, não soube se explicar, na verdade se complicou e correu. Causou constrangimento a si própria.

  3. Avatar Henrique Santillo disse:

    Em momento algum foi dito que ela era criminosa. Apenas foi narrado, jornalisticamente, que ela batia o ponto e saía do local de trabalho. Me parece que o promotor de justiça disse que, SE COMPROVADA, a ação dela PODERIA ser enquadrada como peculato.

  4. Avatar Weuller Faria disse:

    1) Ela estava em vias públicas. Foi confrontada com fatos, devidamente documentados pela reportagem
    2) Faltou com a verdade e ao se deparar com situação claramente desfavorável ao ônus de seus atos, saiu em disparada. Frisando que em momento algum se negou à falar com a reportagem.
    3) Não correu de situação difamatória ou mesmo ameaça à sua integridade física e moral.

    Papel aceita tudo. Agora, conseguir provar e convencer um juiz de que foi vítima na situação, são outros 500
    4) A própria decisão de demissão é peça de culpabilidade. Seria outos 500 se ela provasse o contrário dos fatos e revertesse tal ato da ALEGO.

  5. Avatar Caio Maior disse:

    Investigação sob os auspícios do MP estabelecerá a possível materialidade do estado de fantasmagoria. Espera-se que as “assombrações” sejam exorcizadas por força da Lei.

  6. Avatar Fabio Munhoz Gomes disse:

    Ta certo. Processo nesses urubus jornalistas

  7. Avatar Ygor Lima disse:

    Dúvido que a TV tem coragem de ir atrás do Sr. Deputado, meter o microfone na cara dele e pegar ele na mentira. Não sou a favor da funcionária, más a TV deveria ir atrás da raiz do problema. Todo mundo sabe que essa prática é comum nos gabinetes, inclusive federais. Eles são é fichados e ainda dão uma beiradinha para os respectivos “chefes”.

  8. Avatar Arthur Lobo Braga disse:

    Gente esse pessoal nao sabe nem o significado de constrangimento ilegal, certeza que nenhum advogado afirmou algo assim, e se afirmou é muito burro pode tirar a oab dele

  9. Avatar ulyddrd disse:

    convenhamos: a repórter Renata Costa deu um show de idiotice….

  10. Avatar j de jesus disse:

    Sr. advogados contrate essa senhora para trabalhar no seu escritório com as mesma condições que foi publicada na reportagem e depois mim fala se ela e fantasma ou nao

  11. Avatar Wallan Olimpio disse:

    Me impressiono até onde os advogados vão pra conseguir dinheiro …. ” Ausentar-se do trabalho numa ou OUTRA ocasião” Ah Pelo Amor … a mulher BATE o Ponto e não trabalha , e ganha 2.000 sem fazer ABSOLUTAMENTE NADA.

  12. Avatar Cleito Vidal disse:

    Tem advogado e uma desgraça mesmo viu…fica procurando oportunidade de trabalho em tudo,ate porta de cadeia eles ficam lá procurando emprego…. Aff cada uma.. já de olho na grana gorda q a cliente possa receber e ganhar seus 20℅!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.