Diretor de novela da Globo é afastado sob acusação de racismo

O diretor Vinicius Coimbra é denunciado por três atrizes de “prática de racismo e segregação”

Vinicius Coimbra: diretor de televisão | Foto: Reprodução

Acusado de racismo, o diretor de novelas da TV Globo Vinicius Coimbra foi afastado pela direção da empresa. Trata-se de um afastamento temporário, mas a tendência, dependendo da defesa do profissional, é que se torne definitivo.

A acusação de racismo foi feita por atrizes da novela “Nos Tempos do Imperador”, que não está mais no ar. As atrizes Roberta Rodrigues, Cinnara Leal e Dani Ornellas protocolaram as denúncias no departamento de compliance da Globo. Elas apontam “prática de racismo e segregação”.

Roberta Rodrigues: atriz da TV Globo | Foto: Reprodução

A atriz Roberta Rodrigues disse, nas redes sociais: “Tentaram me fazer desistir nesses últimos meses, mas eu fui criada na favela do Vidigal, formada pelo Nós do Morro, filha de Adilson Rodrigues (mecânico), filha da Eliane de Jesus Rodrigues Silva (costureira), neta da Carmelita de Jesus e componente de uma família PRETA muito fod*astica. Aviso: estou mais viva do que nunca e podem me chamar de fênix. Irei renascer sempre que for necessário”.

Ao ser afastado, Vinicius Coimbra estava dirigindo a novela “Mar do Sertão”. Allan Fiterman o substituiu. Até agora, o diretor não se manifestou de maneira contundente a respeito das denúncias  — que são graves e podem, até mesmo, contribuir para o encerramento de sua carreira profissional.

Ao site Notícias da TV, Vinicius Coimbra disse: “O elenco da novela tem todo o meu respeito e admiração. Sou a favor do diálogo e acredito que todas as discussões sobre o tema são necessários”. Soa a resposta ditada por advogados e não foca o centro da denúncia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.