Euler de França Belém
Euler de França Belém

Companhia das Letras relança Doutor Fausto, de Thomas Mann, e mantém ótima tradução de Herbert Caro

mamFugindo dos tentáculos do nazismo, o judeu alemão Herbert Caro chegou ao Brasil e logo se tornou um dos melhores tradutores de Thomas Mann e Elias Canetti. “A Montanha Mágica” e “Doutor Fausto”, os dois romances de Mann, são monumentais. E são monumentais graças à habilidade narrativa do escritor e, ao passá-los para Língua Portuguesa, à perícia do tradutor. “Doutor Fausto” (600 páginas) menciona implicitamente o nazismo de Adolf Hitler, sem a discurseira habitual, e a música de Arnold Schoenberg. O protagonista Adrian Leverkühn faz um pacto com o demônio (o nazismo) — na tradição do “Fausto” de Goethe — para se tornar um músico notável.

Publicado em 1947, “Doutor Fausto”, último romance de Mann, volta às livrarias com a mesma tradução e edição impecável da Companhia das Letras.

Sobre uma entrevista de Mann ao brasileiro Sérgio Buarque de Holanda, na qual menciona que sua mãe, Júlia Mann, era brasileira, confira.

Uma resposta para “Companhia das Letras relança Doutor Fausto, de Thomas Mann, e mantém ótima tradução de Herbert Caro”

  1. Uma obra essencial do séc. XX, na tradução impec de H.Caro, um expert também em música erudita. Recomendo com entusiasmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.