Euler de França Belém
Euler de França Belém

Coluna Giro, de O Popular, inicia 2018 com um festival de erros

Caio Henrique Salgado mancha a reputação jornalística do jornal O Popular, do Grupo Jaime Câmara

Irapuan Costa é Junior, e não Júnior; e Ricardo Balestreri não é Roberto

A saída do jornalista Jarbas Rodrigues Jr. de “O Popular” não fez nada bem à coluna “Giro”. Há quem sugira que seu nome seja trocado por “Errata”. Na edição de quinta-feira, 25, há pelo menos oito erros. Lista mínima:

Cristóvão Tormin, prefeito de Luziânia,      virou “Tormim”, segundo “O Popular”

1 — O Junior de Irapuan Costa Junior não tem acento.

2 — O nome do secretário da Segurança não é “Roberto”, e sim Ricardo Balestreri.

3 — O sobrenome do prefeito Cristóvão, de Luziânia, é Tormin — e não “Tormim”.

4 — O jornal entrevistou a vereadora Sabrina Garcêz. Mas a ilustração é de Cida Garcêz, mãe da legisladora.

5 — Uma construção estranha (e errada): “Além de Joaquim Mesquita (Segplan), Raquel Teixeira (Seduce) deve continuar à frente de suas secretarias”. A concordância correta é: “Além de Joaquim Mesquita (Segplan), Raquel Teixeira (Seduce) deve continuar à frente de sua secretaria”. A professora não dirige mais de uma secretaria.

6 — O colunista escreve: “O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e o ministro Alexandre Baldy virão para a posse do deputado Lucas Vergilio na presidência do Sincor, que será hoje, diferente do que foi publicado ontem nesta coluna”. Caio Henrique corrige um erro e comete outro. Faltou uma vírgula: “O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e o ministro Alexandre Baldy”. O jornalista não se lembrou do aposto.

7 — Construção estranhíssima: “O advogado Miguel Cançado, ex-presidente da OAB, negou convite para assumir a Secretaria da Casa Civil do governo estadual”. Ora, o brilhante advogado não “negou convite”. Ele não aceitou o convite, o que é diferente.

8 — Há também um erro de diagramação: a palavra “fevereiro”, na nota “Formatação”, ficou separada, por um espaço a mais, do restante do texto.

Caio Henrique Salgado não é incompetente, mas precisa ter mais cuidado. Espera-se que faça a correção dos erros na edição de sexta-feira ou faça as correções na edição online.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.