Euler de França Belém
Euler de França Belém

Caso Chico Pinheiro sugere que Globo quer criar eunucos mentais

O jornalista-apesentador do Bom Dia Brasil tem o direito de ter opinião positiva sobre Lula e negativa sobre quem quiser

Chico Pinheiro: qualificado apresentador do Bom Dia Brasil, da TV Globo

Não dá mais para segurar a opinião de ninguém — nem mesmo da turma do muro de Berlim chamado TV Globo. Jornalistas, como os demais mortais, têm o direito de expor suas opiniões, mesmo quando diferentes das opiniões dos donos e editores dos meios de comunicação nos quais trabalham. O debate do momento é sobre um áudio no qual Chico Pinheiro, um dos mais qualificados apresentadores da Globo, faz comentários sobre a prisão do ex-presidente Lula da Silva. O profissional afirma: “Ele [Lula] precisa sair, sim, mas vai sair na hora que for a hora. Que Lula tenha calma, sabedoria, inspiração divina, para ficar quieto ali um tempo, onde está. A direita não tem o que fazer. Os coxinhas estão perdidos. Precisam de outro caminho agora. Como ele disse [sobre o discurso de Lula no sindicato, antes da prisão], não sou mais um ser humano, sou uma ideia. Ideia não se prende, a gente tá solto”.

As opiniões de Chico Pinheiro podem não agradar “A” ou “B” — sobretudo a direção da TV Globo, que posa de independente (quando ninguém é independente e imparcial neste sertão composto de veredas) —, mas por que não pode tê-las? Na verdade, pode e deve tê-las. Não há nada de absurdo no que diz — trata-se de opinião. Penso diferente do apresentador, mas não posso negar-lhe o direito de exprimir o que pensa. O diretor de Jornalismo da TV Globo, o competente e sério Ali Kamel, não pode se comportar como uma espécie de “policial da opinião” ou como chefe de “eunucos mentais”. O fato de Chico Pinheiro defender Lula não significa necessariamente que não terá credibilidade para entrevistar Geraldo Alckmin, Jair Bolsonaro ou Marina Silva. Talvez, por defender Lula, se comporte até com mais isenção. Mas o que importa mesmo é que seja um entrevistador firme e qualificado com todos os candidatos.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Marcos de Lima Júnior

Engraçado essa relatividade de tolerância sobre a “opinião” alheia. Quando o Willian wack fez aquele comentário infeliz e racista o mesmo jornalista que publicou essa matéria ficou abismado, agora quando o Chico Pinheiro faz comentário preconceituoso e usa jargão pejorativo e ideológico para atacar aqueles que querem um criminoso na cadeia, aí pode, aí é a tal da liberdade de expressão. A volatilidade da moral de alguns é algo impressionante. E para não dar assunto àqueles que gostam de distorcer opiniões, tanto o Willian Wack quanto o Chico Pinheiro estão profundamente errados na mesma medida.

Anônimo

O engraçado é que a Globo quer tirar o direito de liberdade de expressão de seus funcionários. Ele divulgou suas opiniões políticas pelas suas redes sociais, coisa que não é crime e nem proibido de obrar. Diz a Globo que a opinião dele manchará a imagem da emissora e essas frescuras. Caso eu fosse funcionário, eu apresentaria o seguinte regimento constitucional: CAPÍTULO I DA LIBERDADE DE MANIFESTAÇÃO DO PENSAMENTO E DA INFORMAÇÃO Art . 1º É livre a manifestação do pensamento e a procura, o recebimento e a difusão de informações ou idéias, por qualquer meio, e sem dependência de… Leia mais