Euler de França Belém
Euler de França Belém

Boni deve ser o secretário de Cultura de São Paulo

Aos 81 anos, o criador do padrão Globo de qualidade, se assumir, será maior do que o cargo. João Dória quer um secretariado do tipo “calçada da fama”

boni-1

O prefeito eleito de São Paulo quer montar uma equipe experiente ou uma espécie de mausoléu? Não se sabe com precisão. João Dória, tucano de penas novas, convidou José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, Boni, para o cargo de secretário da Cultura. O nostálgico ex-homem forte da TV Globo, com 81 anos, afirma que está disposto a aceitar o convite. Teria energia e saúde para enfrentar uma das áreas mais complicadas de qualquer governo? Quem o conhece diz que se trata de uma espécie de “homem de ferro”, sempre palpitando sobre qualquer assunto — como televisão, literatura (escreveu um romance) e comida (escreveu livro sobre o assunto)

“Os planos do Doria são fascinantes e eu penso seriamente em aceitar. Fiquei entusiasmado, mas agora preciso ver toda a logística de uma mudança do Rio para São Paulo”, disse Boni. Não resta dúvida de que Boni, o criador (ou um dos criadores, ao lado de Walter Clark) do padrão globo de qualidade, é maior do que o cargo de secretário da Cultura. Talvez seja isto mesmo que quer João Dória: um secretário estelar, midiático, que chame a atenção para sua gestão.

A goiana Ana Carla Abrão Costa, doutora em economia pela USP, foi convidada para a Secretaria de Finanças da Prefeitura de São Paulo. A economista está deixando a Secretaria da Fazenda do governo de Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.